Procon informa sobre aumento das mensalidades do fundo de assistência do Ipe

O Diretor do Procon Erechim, Edson Machado da Silva informou, na manhã desta terça-feira, 7, que devido ao grande número de reclamações feitas ao Procon sobre o aumento da mensalidade dos segurados optantes do IPE Saúde, não se aplica neste caso o Código de Defesa do Consumidor (CDC).

“Esse fundo de assistência é regido por Lei Especial, portanto o aumento foi aprovado previamente na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul”, garante.

Informa ainda que, por se tratar de autogestão, não se aplica o Código de Defesa do Consumidor, conforme súmula do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A orientação do Procon é para que os associados procurem diretamente a autarquia competente para melhor entendimento sobre o aumento da mensalidade.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais