Presidente interino Ilgue Rossetto realiza visitas a entidades e UBSs

Desde a última quarta-feira (2), o vereador Ilgue Rossetto (PV) exerce interinamente o cargo de presidente do Legislativo erechinense, substituindo em caráter temporário o vereador Rafael Ayub (MDB). Visando fazer jus à importância do posto, bem como reforçar sua preocupação com o bem-estar da comunidade, o parlamentar tem realizado visitas a entidades assistenciais e Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município.

Na última quinta-feira (3), Rossetto esteve nas UBSs dos bairros Paiol Grande, Presidente Vargas e Progresso (foto), onde verificou a situação das unidades no que diz respeito ao número de atendimentos realizados, estoque de medicamentos e contingente de profissionais em atividade. Já na sexta-feira (4), o presidente em exercício visitou a Associação Beneficente Lar da Criança, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e a Sociedade Beneficente Jacinto Godoy, mais conhecida por Lar dos Velhinhos. Nesta entidades, o parlamentar buscou informações sobre as condições e demandas a fim de poder prestar algum tipo de auxílio às mesmas.

De acordo com o parlamentar, estas visitas são importantes para que se faça um diagnóstico mais apurado da situação dos locais. “A partir daí, podemos ver o que se faz necessário. No caso da UBS do Progresso, há a necessidade de mais medicamentos e mais fichas de atendimento, que são insuficientes pela grande procura dos moradores da região. Precisaríamos entender que tipo de acordo os médicos que lá atendem fizeram com a secretaria de Saúde. Nas demais unidades visitadas, nos surpreendemos positivamente”, avalia Rossetto, enfatizando que, no caso das entidades assistenciais, é necessária uma sensibilidade maior por parte do Poder Público, para que não deixem as mesmas sucumbirem por falta de verbas. “A Prefeitura precisa dar mais atenção às nossas entidades, que fazem um trabalho brilhante em benefício de muitas pessoas. Se elas deixarem de realizar suas atividades, muita gente vai ficar desamparada”, alerta o presidente.

Comentários estão fechados.