Ypiranga recebe o lanterna na Divisão de Acesso

O Ypiranga recebe o Brasil de Farroupilha neste sábado, 07 de abril, às 18h30min, no Estádio Colosso da Lagoa, pela oitava rodada da Divisão de Acesso. No confronto, uma semana atrás, o Canarinho empatou em 0 a 0 com este mesmo Brasil, nas Castanheiras, em Farroupilha. O sentimento na oportunidade foi de frustração pelo resultado, uma vez que era jogo para vencer. Aliás, frustração também foi o resumo da partida antecipada contra o Igrejinha na última quarta-feira, dia 04 de abril, quando o time de Márcio Nunes empatou em 1 a 1.

Na partida deste sábado, o Ypiranga precisa e tem plenas condições de vencer o lanterna da competição. Uma vitória fará com que o Canarinho caminhe a passos largos para encaminhar sua classificação para as quartas de final da Divisão de Acesso. Direção e comissão técnica projetam pelo menos 19 pontos para garantir uma vaga entre os quatro classificados para a fase seguinte. Caso vença o Brasil de Farroupilha nesta rodada, faltaria apenas um ponto para confirmar a classificação. A situação do clube verde-amarelo é muito boa na tabela de classificação.

Jogando pelo empate

Não é novidade para ninguém que o Ypiranga estaria sendo tratado como o time “grande” ou time “rico” da Divisão de Acesso – mesmo que a maioria deles não saibam que a dívida do Canarinho ao final de 2017 beijou a casa dos R$ 2 milhões. A novidade até então é que os adversários estão considerando empate como vitória. Este é um ponto favorável ao time de Márcio Nunes, afinal, o medo de perder tira a vontade de ganhar.

Um time que sofre poucos gols

O sistema defensivo do Ypiranga vem se notabilizando como peça chave para esta campanha exitosa na Divisão de Acesso. Na Divisão de Acesso 2018 a defesa do Ypiranga sofreu apenas dois gols no primeiro turno, em 2014 – ano em que o Canarinho conquistou o último acesso para a elite do futebol gaúcho – foram quatro gols sofridos. Porém, em razão da fórmula de disputa ter sido diferente, o clube jogou uma partida a mais que este ano. Na semana em que o zagueiro Claudinho desembarcou no Colosso da Lagoa, Saimon e Diego Rocha são peças imexíveis no time titular de Márcio Nunes.

O discurso segue o mesmo

Apesar dos bons resultados neste início de Divisão de Acesso, o presidente do Ypiranga, Adilson Stankiewicz, segue cauteloso nos seus discursos. As metas para temporada seguem sendo: conquistar o acesso para a elite do futebol gaúcho, manter-se na Série C, se possível buscar uma inédita vaga entre os quatro classificados para a próxima fase e pagar as contas. Apesar de ter pego o clube com dívidas, o atual presidente nunca veio a público criticar nenhum dirigente passado. Com seu perfil agregador e pé no chão, Stankiewicz vai conquistando o mesmo respeito que já possui nas outras áreas em que atua.

Nada como o tempo…

Talvez poucos lembrem, mas um dos melhores treinadores do Campeonato Gaúcho de 2018, Rafael Jacques, do São José, atuou no Ypiranga em 2012 como gerente de futebol. Apesar de ter sido um homem de área como jogador, Jacques não se mostrou um bom gerente, uma vez que caiu para a Divisão de Acesso com o Ypiranga e o Cerâmica nos dois primeiros anos de carreira. A partir do momento em que trocou a função para atuar como treinador, Jacques vem se destacando não somente pelos resultados – foi campeão do interior 2018 -, mas também por implantar uma filosofia diferente e moderna. Jacques tem tudo para se tornar um grande treinador de futebol.

Gauchão 2018

Somente uma epopeia do Brasil de Pelotas pode tirar o título de campeão gaúcho 2018 do Grêmio. O atropelo tricolor no primeiro jogo da final, realizado na Arena, fez com que os comandados de Renato Portaluppi ficassem muito próximo de levantar a taça após oito anos. Mesmo estando próximo ao rodapé da tabela de classificação até a metade do certame estadual, nem mesmo os colorados mais eufóricos projetavam um rebaixamento ou ausência do tricolor nas quartas de final. Após ser apontado durante três anos seguidos como o grande favorito para levantar o caneco, enfim este ano a galeria de troféus da Arena receberá o seu primeiro Gauchão desde sua inauguração.

Por Fábio Lazzarotto

Comentários estão fechados.