Pinturas sobre a história de Mogli no Rubem Berta torna-se novo local de visitação pública

Após a conclusão das pinturas junto as paredes da sede do 44 Grupo de Escoteiros Tupinambás, localizada na parte de baixo do viaduto Rubem Berta, esta que retrata a história de Mogli, o Menino Lobo, personagem que dá vida ao Movimento Escoteiro Mundial, a população de Erechim e região do Alto Uruguai tem um novo local para desfrutar a arte e a beleza dos traços realizados pelos artistas plásticos que estão revitalizando o local, seja nas muretas, como em suas paredes, numa iniciativa da Secretaria Municipal da Administração.

O local, que sempre sofreu pichações, passa a ser, a partir de agora, mais um ponto de referência no município, aliando a arte ao trabalho voluntário de quem está à frente das chefias, como dos jovens que participam do Movimento, que tem encontros todos os sábados à tarde.

Desde que as obras foram finalizadas, a comunidade tem se deslocado até o local para ver a beleza e a arte, seja para contemplar os animais retratados, como para fotografias de familiares e amigos junto aos painéis.

A direção e chefias do Grupo Tupinambás agradece ao município de Erechim pela obra executada pois, segundo eles, esta será a única sede no Brasil que recebe pintura com o tema escotismo, ou seja, passa a ser destaque nacional.

Os trabalhos estão tendo continuidade nas paredes laterais, onde está sendo pintado o tema indígena e demais detalhes da arquitetura de Erechim. Os artistas plásticos que estão executando a obra destacam que diariamente as pessoas vem ao local para conhecer como para tirarem fotos.

Comentários estão fechados.