Pinturas sobre a história de Mogli no Rubem Berta torna-se novo local de visitação pública

Após a conclusão das pinturas junto as paredes da sede do 44 Grupo de Escoteiros Tupinambás, localizada na parte de baixo do viaduto Rubem Berta, esta que retrata a história de Mogli, o Menino Lobo, personagem que dá vida ao Movimento Escoteiro Mundial, a população de Erechim e região do Alto Uruguai tem um novo local para desfrutar a arte e a beleza dos traços realizados pelos artistas plásticos que estão revitalizando o local, seja nas muretas, como em suas paredes, numa iniciativa da Secretaria Municipal da Administração.

O local, que sempre sofreu pichações, passa a ser, a partir de agora, mais um ponto de referência no município, aliando a arte ao trabalho voluntário de quem está à frente das chefias, como dos jovens que participam do Movimento, que tem encontros todos os sábados à tarde.

Desde que as obras foram finalizadas, a comunidade tem se deslocado até o local para ver a beleza e a arte, seja para contemplar os animais retratados, como para fotografias de familiares e amigos junto aos painéis.

A direção e chefias do Grupo Tupinambás agradece ao município de Erechim pela obra executada pois, segundo eles, esta será a única sede no Brasil que recebe pintura com o tema escotismo, ou seja, passa a ser destaque nacional.

Os trabalhos estão tendo continuidade nas paredes laterais, onde está sendo pintado o tema indígena e demais detalhes da arquitetura de Erechim. Os artistas plásticos que estão executando a obra destacam que diariamente as pessoas vem ao local para conhecer como para tirarem fotos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais