MDB não deverá fazer parte do governo Schmidt

O meu passarinho me trouxe, durante o feriadão de Finados (2), a informação que o MDB, nunca foi convidado, oficialmente, pelo prefeito Luiz Schmidt ou por qualquer outro membro do PSDB para participar do governo de Erechim.  Diante disso, procurei alguns membros do diretório do MDB para saber da veracidade do fato, já que existem muitas especulações por parte de vários membros do governo municipal.

Os medebistas com quem conversei me garantiram que esse assunto nunca foi ventilado dentro do diretório, apenas existe algumas especulações vindas de alguns vereadores do nosso partido. “O nosso projeto de eleição em 2016 foi derrotado por apenas doze votos, mas fomos derrotados, e com isso nos colocou na oposição. Não vejo nenhuma possibilidade de entrarmos no governo que tem ainda pouco mais de um ano mandato. Podemos colaborar com a cidade de outra maneira, mas entrar no governo agora seria um suicídio para o nosso partido que hoje tem vários nomes para concorrer na próxima eleição. É até compreensível que o Schmidt com essa “conversinha” está conseguindo abafar a oposição de nossos vereadores. O Schmidt é muito inteligente e quer nos desestabilizar, para que na última hora ele possa ser candidato a reeleição e nós sejamos o seu vice. Alguém tem alguma dúvida que ele não será candidato a reeleição?  Se Luiz Francisco Schmidt  não for candidato à reeleição, poderemos até pensar na possibilidade e estarmos juntos, mas entrar no governo agora é quase impossível”, destacaram vários membros do MDB de Erechim.

Por Egidio Lazzarotto

Comentários estão fechados.