Museu itinerante da Bíblia desembarca em Erechim

430

Parte do acervo do museu da bíblia localizado em Barueri, no interior de São Paulo, desembarcará em Erechim amanhã (7), no Centro Cultural 25 de Julho, e proporcionará inúmeros atrativos até o dia 12 de outubro. A iniciativa é do Conselho de Pastores e Igrejas de Erechim (CONPAI), e do Alto Uruguai. O presidente do CONPAI, Pastor Orlando Saab, fala que museu não quer dizer que a bíblia é coisa do passado, mas sim, que conta a história da mesma. O museu etinerante conta com manuscritos da época do cristianismo, do velho testamento e exemplares de vários séculos, contando de que forma a bíblia chegou até a vida das pessoas.

“Rica exposição para alunos, professores, igrejas e até quem não tem religião”

“A sociedade bíblica que mantém o museu, imprimi e distribui bíblias para todo o Brasil há mais de 60 anos. O projeto itinerante percorre algumas cidades e até o final do ano passado, tinham apenas cinco espaços disponíveis. A comunidade erechinense conseguiu garantir uma destas vagas, algo inédito. Não se trata só de Erechim, mas todo o Alto Uruguai, alunos, professores, igrejas, até quem não tem religião, o projeto é no mínimo uma questão cultural. É claro, remete ao cunho religioso por estarmos falando da bíblia, mas também é uma rica exposição para sermos conhecedores da história, de um fato que faz parte da cultura ocidental e mundial”, destacou Saab.

Museu surpreende pela quantidade de manuscritos e telas toch

A escolha pelo mês de outubro refere-se às celebrações no mundo todo aos 500 anos da reforma protestante. “Por meio de várias pessoas, mas em particular de um monge católico, Martinho Lutero, deu-se tal celebração. Ele, ao ler, estudar, descobriu que as verdades de Deus estão reveladas na bíblia. Desde então a bíblia atingiu o mundo todo e tornou-se acessível”, relatou o presidente. O museu surpreende pela quantidade de manuscritos e telas touch, onde as crianças podem interagir e realizar suas pesquisas.

 

Por Carla Emanuele / JBV Online

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.