Pastoral da Juventude da Diocese de Erechim conclui Escola de Formação de Lideranças

Um dos projetos da Pastoral da Juventude da Diocese de Erechim para este ano foi a Escola de Formação de Lideranças Jovens, designado FAÇA. Seu objetivo era proporcionar um processo de formação integral para jovens das paróquias.

A primeira etapa foi realizada nos dias 04 e 05 de maio, com a assessoria do Luis Duarte Vieira, na tenda do Seminário Nossa Senhora de Fátima. Nela, os jovens participantes dialogaram sobre quem são, sobre as relações que estabelecem e sobre lideranças que conhecem e admiram. Foi oportunidade para se conhecerem como líderes dos grupos e comunidades. Plantaram sementes que foram cultivadas e os levaram até a segunda etapa na comunidade do São Cristóvão, com assessoria de Thiesco Crisóstomo.

Na segunda etapa, nos dias 22 e 23 de junho, os jovens procuraram perceber e rezar a espiritualidade que alimenta seu projeto de vida. Por isso, conversaram sobre Jesus Cristo, perceberam a importância da comunhão, da liturgia e do mistério para que sua luta por vida em abundância seja cada vez mais fortalecida. Também foi tempo de cuidar umas das outras e uns dos outros, percebendo a importância do contato com as pessoas, seja através de palavras, abraços, sorrisos e olhares.

Neste sábado e domingo, 3 e 4, de muito frio na região, com a assessoria novamente de Luis Duarte Vieira, os jovens aprofundaram técnicas para utilizar nos seus grupos, no todo do processo de formação integral. Iniciaram o encontro repensando seu projeto de vida e fazendo uma análise da conjuntura social, econômica, política e eclesial, pois entendem a importância de partir de suas realidades para construir meios de evangelização das juventudes. Falaram bastante sobre grupo(s) de jovens e também fizeram ressoar o que, concretamente, os move no seguimento a Jesus Cristo. Refletiram sobre a Campanha Nacional de Enfrentamento aos Ciclos de Violência contra as Mulheres e perceberam a necessidade de promover, coletivamente, atitudes e caminhos que levem à superação de todos os tipos de violação.

Passaram do FAÇA para o FAÇAMOS. Depois de perceber que o “fazer” deve ser em comunidade, disseram: FAÇAMOS FLORESCER A CIVILIZAÇÃO DO AMOR. Foram enviados à sua realidade com o compromisso de fazer florescer grupo(s) de jovens e seguir o projeto de vida de Jesus em seu cotidiano, em compromisso sempre crescente com a construção de um mundo melhor!

Comentários estão fechados.