Formação Continuada aos professores das escolas municipais

O município de Erechim, por meio da Secretaria Municipal de Educação, realizou nos dias 30 e 31 de julho, Formação Continuada aos professores das escolas municipais de ensino, pois entende que a formação é um processo de qualificação profissional, necessária a todas as áreas, mas que na educação, deve ser ainda mais frequente, visto a necessidade que o professor tem em aprimorar o seu conhecimento e manter-se bem informado, capacitando-o para adaptar-se as adversidades diárias e promover assim, a transformação social.

Para tanto, a secretaria contou com a parceria das Universidades: Uri – Campus Erechim, UERGS – Campus Erechim e UFFS – Campus Erechim, que contribuíram com as palestras nesses dois dias. Participaram da formação aproximadamente 700 professores.

No dia 30 de julho, pela manhã ocorreu a palestra que teve como temática “Tecnologias Digitais na Educação”, pelo professor doutor Carlos Antônio da Silva e no turno da tarde a “Base nacional Comum Curricular”, pelo professor doutor Arnaldo Nogaro, ambos da URI – Campus Erechim.

No dia 31, turno da manhã a palestra “Holocausto: histórias e memórias”, pela professora doutora Thaís Janaína Wenczenovicz, UERGS – Campus Erechim, acompanhada pelo advogado, jornalista e escritor Salus Loch; turno da tarde “Literatura Infantil”, pela professora doutora Zoraia Aguiar Bittencourt da UFFS – Campus Erechim e o Teatro “João Esperto leva o presente certo”, apresentado pela equipe diretiva da Escola Municipal de Educação Infantil Lucas Vezzaro.

Ainda, na tarde do dia 30 de julho, a Câmara Municipal de Vereadores prestou homenagem às escolas municipais, em virtude do Projeto Marcos do Centenário, em que cada escola, por meio de um marco, fez o seu registro, com o objetivo de deixar um legado físico, cultural e emocional nas comemorações dos Cem Anos de Erechim.

Em suas colocações aos professores, a Secretária Municipal de Educação, Vanir Clara Bernardi Bombardelli, afirma que “proporcionar capacitação aos nossos educadores denota a importância de se conhecer os pormenores deste universo. A partir da maior compreensão é que se exaltam e completam as competências de cada um. Porém, destaco que nada substitui o calor de um abraço, o brilho do que se chamam janelas da alma quando os olhos de alunos e professores se encontram. É o aprender tendo o afeto como aliado na relação professor/aluno envolta pela empatia de ambos”.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais