O padre Pop Star não emplacou em Erechim

O famoso show milionário do padre Pop Star, Fábio de Mello, que fez voto de pobreza, marcado para abrir as festividades do centenário de Erechim, acabou sendo adiado e terminou por ser cancelado por falta de público. Não é pra menos, está na hora de o público brasileiro abrir os olhos e deixar de idolatrar um padre que tem voto de pobreza, mas está entre os shows mais caros do Brasil, cobrando alto para levar a mensagem de Deus e de paz.

Quem ficou com o prejuízo deste show foi a ACCIE e quem tem que se virar para pagar essa conta é o presidente Fábio Vendruscolo. Quem ficou com lucro foi o padre, já que ACCIE teve que pagar parte do show antecipado. Como existem por aí vendilhões do templo de Deus, não apenas os “malafalias” da vida, e também alguns “padres Pop Star”, concordo com aqueles católicos que me disseram, preferiam ajudar a concluir as obras do Santuário de Fátima a ir num show do padre Fábio de Mello.

Até gosto das músicas do padre, o que sou contra é que seu show seja um dos mais caros do Brasil, para levar a mensagem de Deus. Com certeza vou receber muitas críticas de dentro e fora da Igreja, mas esta minha opinião é também a da maioria da população de Erechim, é só ver que o show não emplacou.

Por Egidio Lazzarotto

Comentários estão fechados.