O padre Pop Star não emplacou em Erechim

O famoso show milionário do padre Pop Star, Fábio de Mello, que fez voto de pobreza, marcado para abrir as festividades do centenário de Erechim, acabou sendo adiado e terminou por ser cancelado por falta de público. Não é pra menos, está na hora de o público brasileiro abrir os olhos e deixar de idolatrar um padre que tem voto de pobreza, mas está entre os shows mais caros do Brasil, cobrando alto para levar a mensagem de Deus e de paz.

Quem ficou com o prejuízo deste show foi a ACCIE e quem tem que se virar para pagar essa conta é o presidente Fábio Vendruscolo. Quem ficou com lucro foi o padre, já que ACCIE teve que pagar parte do show antecipado. Como existem por aí vendilhões do templo de Deus, não apenas os “malafalias” da vida, e também alguns “padres Pop Star”, concordo com aqueles católicos que me disseram, preferiam ajudar a concluir as obras do Santuário de Fátima a ir num show do padre Fábio de Mello.

Até gosto das músicas do padre, o que sou contra é que seu show seja um dos mais caros do Brasil, para levar a mensagem de Deus. Com certeza vou receber muitas críticas de dentro e fora da Igreja, mas esta minha opinião é também a da maioria da população de Erechim, é só ver que o show não emplacou.

Por Egidio Lazzarotto

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais