Na festa do centenário, governo entrou com os guardanapos

Até podemos reclamar que não houve uma festa a altura do que nossa cidade merecia para comemorar seu centenário, comungo desta opinião, e também concordo com o que pensam diversos erechinenses: que foi uma programação franciscana, tirando o desfile, que, diga-se de passagem, foi muito bom, mais pela participação das instituições do que pelos investimentos do próprio município.

Muita gente não sabia quais eram os eventos do centenário até última hora, ou onde eles aconteceriam, e creio que a maioria não viveu a emoção de um município comemorando seu centenário, ficaram apenas com a emoção do momento do desfile. Há poucos dias do aniversário, a comissão organizadora, secretária da Educação e diretor de Turismo, nos concedeu entrevista na Rádio Cultura e comemorou o fato de que o município iria gastar apenas com as bandeiras no desfile, sendo que as demais despesas seriam pagas pela comunidade escolar ou pelas próprias entidades que participavam do evento. Dezenas de ouvintes, e a própria comunidade escolar, ficaram irritados com a posição do governo e entraram em contato com a rádio, sendo que um deles saiu com essa pérola: “O governo está convidando a população para a festa do centenário do município e enquanto os convidados irão pagar a conta, o governo entrará com os guardanapos”.

Por Egidio Lazzarotto

 

Comentários estão fechados.