Procura-se: Luiz André dos Santos Machado, acusado da morte de Pablo Scariot segue foragido

A equipe da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de Passo Fundo, coordenados pelo Delegado Diogo Ferreira buscam por Luiz André dos Santos Machado, acusado de participar do latrocínio (roubo seguido de morte) que vitimou Pablo Scariot, de 27 anos, no dia 4 de fevereiro.

O Crime

Pablo Scariot, morador de Ibiaçá, saiu de casa com destino a Passo Fundo para negociar um veículo de sua propriedade.

De acordo com o boletim policial registrado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Passo Fundo, Pablo Scariot, 27 anos, esteve em Passo Fundo durante a tarde dizendo que negociaria sua caminhonete Hilux SRV de cor preta e placas padrão Mercosul ISV0H08. Junto com a caminhonete, Scariot transportava uma motocicleta de alta cilindrada.

O jovem foi encontrado morto com, pelo menos, um disparo de arma de fogo no rosto. Ele estava com as mãos amarradas com abraçadeiras de nylon e fita adesiva. Antes de morrer ele foi amordaçado. Seu corpo foi localizado por um popular em um ponto visível da rodovia Transbrasiliana por volta das 20h.

A investigação

Após 17 dias de um intenso trabalho investigativo, a Polícia Civil deflagrou a Operação Covardes, com o cumprimento de três ordens judiciais, sendo três mandados de busca e apreensão, além de três mandados de prisão preventiva onde foram presos dois acusados de participar do crime. Em 21 de fevereiro foram presos Kainã de Jesus Favaretto Landim e Nathan de Souza de Paula. Desde então, Luiz André dos Santos Machado, que também participou do crime está na condição de foragido.

O Foragido

Com participação comprovada pela investigação realizada pela equipe da DRACO, Luiz André dos Santos Machado, morador do bairro São Luiz Gonzaga em Passo Fundo, tem mandado de prisão decretado e é procurado em toda a região. Apesar de não ter passagens policiais ele é considerado perigoso, representa risco onde está escondido.
A reportagem policial da Rádio Uirapuru apurou que ele pode estar escondido em pousadas ou motéis de Passo Fundo.

Qualquer informação sobre o paradeiro do latrocida poderá ser encaminhado para a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) através do número de telefone e whatsapp 54 9 9677 2244.

Fonte: Rádio Uirapuru 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais