Instituto Erechinense de Previdência apresenta números de 2018 ao presidente do Legislativo

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Responsável desde 2015 pelos processos de aposentadoria dos servidores públicos concursados no município, o Instituto Erechinense de Previdência (IEP) tem, mesmo em poucos anos, alcançado êxitos significativos no trabalho desempenhado. Na última semana, o presidente do Poder Legislativo, Alderi Oldra (PT), recebeu em seu gabinete o presidente da entidade, Renato Alencar Toso, juntamente com o presidente do Conselho Administrativo, Celso Spivakoski, e o conselheiro Leandro Zamboni. Na ocasião, os representantes do IEP apresentaram os números referentes a 2018, quando finalizou o ano com o expressivo montante de mais de R$ 72 milhões em caixa.

Recentemente reconduzida para mais três anos a frente do instituto, a atual diretoria levou ao conhecimento do presidente da Câmara o quão eficiente tem sido a equipe. “É importante que este mesmo pessoal dê continuidade ao trabalho que ela mesma iniciou, um trabalho de muita seriedade, competência e responsabilidade, que conduz seus servidores a uma aposentadoria saudável, fortalecida e com bons rendimentos”, elogia Oldra, destacando a relevância deste regime de previdência próprio. “Encerrar o ano com mais de R$ 72 milhões em caixa é muito significante, é um valor que acaba gerando uma receita de rendimentos extraordinária todo ano”, completa.

Entre 2015 e 2018, cerca de 150 servidores se aposentaram via IEP, incorporando todos os ganhos durante a carreira. Mais de 50% dos rendimentos ajudam a cobrir as despesas da entidade, entre aposentadorias e manutenção da estrutura. Para Oldra, os dados apresentados provam que o instituto é exemplo de boa gestão. “Em apenas três anos o IEP demonstra que é um regime que não só pode dar certo, como está dando certo”, completa o presidente.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais