Mais um município com acesso asfáltico no Alto Uruguai

I

Uma notícia para iniciar bem o ano é a de que mais um município da região do Alto Uruguai deverá ter acesso asfáltico ainda no primeiro semestre de 2018. A ERS 477, que liga Carlos Gomes com a rodovia ERS 126, entre Maximiliano de Almeida e Sananduva já está com mais de 70 % das obras concluídas. “Estão sendo concluídas a camada de malha asfáltica, drenagem e pinturas. O total do investimento neste trecho de aproximadamente 15 quilômetros é de R$ 9 milhões, recursos oriundos do financiamento junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Social”, afirma o secretário dos Transporte, Pedro Westphalen. Com a conclusão deste trecho da rodovia, fica mais próxima a possibilidade de termos uma ligação asfáltica com a região Nordeste. Ficariam faltando cerca de 26 quilômetros, entre  a comunidade do Vinte Cinco até Carlos Gomes. Sendo que, entre a Vinte Cinco, Centenário e a comunidade de Chato Gaúcho, a terraplanagem já estaria pronta e não haveria problemas ambientais.

 

II

Para que essa obra aconteça tem que haver uma grande mobilização política e também de entidades representativas de nossa cidade e da região da AMAU, além de ser necessário buscar apoio dos políticos e das instituições dos municípios da região Nordeste, que dizem que até hoje não foram procurados pelas lideranças de Erechim.

Devemos ter mais humilde se queremos ter o apoio desta próspera região, afinal, o interesse maior seria nosso e não deles. Se não houver uma grande mobilização nossa, principalmente agora que está chegando o período eleitoral e de comprometer o futuro governador e deputados que se dizem representante da região, corremos o risco de perder mais um município (Carlos Gomes), para Passo Fundo e Santa Catarina, já que aquela comunidade vai estar ligada, através da ERS 126, com Sananduva e até com a Barragem de Machadinho.

 

Por Egidio Lazzarotto

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais