Secretária Arita apresenta os números da ampliação de leitos de UTI como legado de 2020

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

As ações e o legado que a Secretaria da Saúde (SES) deixa para o Rio Grande do Sul, neste ano de pandemia de coronavírus, foram apresentados pela secretária Arita Bergmann, durante o Seminário Virtual Cenários 2021 – Perspectivas e Oportunidades, promovido pela Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos, na manhã desta sexta-feira (4/12).

A ampliação de 102% no número de leitos foi destacada pela secretária. Em março deste ano, a rede hospitalar gaúcha contava com 933 leitos de UTI Adulto. Desde então, este número de vagas foi ampliado com 951 novas vagas, chegando a 1.884 leitos na rede pública hospitalar. Mais 113 leitos devem entrar em funcionamento em dezembro.

Outro destaque foi a compra de conjuntos de 230 respiradores e monitores por meio de pregão eletrônico, no valor de R$ 17 milhões. Arita lembrou que o Estado também recebeu 853 desses equipamentos do Ministério da Saúde e contou com a parceria da GM e do Instituto Cultural Floresta no conserto de 161 aparelhos, além da doação de 40 respiradores feita pelo projeto Todos pela Saúde.

A distribuição de mais de 15 milhões de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para profissionais da saúde de municípios e hospitais, assim como o destino de recursos oriundos de emendas parlamentares das bancadas estadual e federal, também foram citados.

A secretária lembrou que 2020 foi um ano marcado por “dificuldades e superação com solidariedade”. E afirmou: “Temos vontade política, planejamento e forças para vencer este momento difícil”. Ela também destacou que o governo preza pela transparência e pelo diálogo. “Regularizamos os pagamentos de 2014 a 2018 aos municípios”. O Estado também negociou o parcelamento da dívida com os hospitais gaúchos.

“Tivemos agilidade para organizar e transferir recursos destinados ao atendimento da Covid com a assinatura de mais de 500 termos aditivos e contratos feitos em tempo muito curto”, explicou.

Entre as novas propostas para 2021 estão a regionalização da saúde e a conversão dos leitos de UTI habilitados para Covid em leitos de UTI geral.

O Seminário Virtual Cenários 2021 – Perspectivas e Oportunidades foi realizado nos dias 3 e 4 de dezembro, com a participação de representantes de órgãos como o Instituto de Previdência do Estado (Ipergs), a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) e dos dirigentes da Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos.

Assessoria de Comunicação Social – SES/RS

Get real time updates directly on you device, subscribe now.