Diocese conclui Escola Cristã de Formação Política

64

Neste sábado, 04, véspera da solenidade de todos os Santos, a Escola Cristã de Formação Política da Diocese de Erexim realizou sua sétima e última etapa, sobre a participação do leigo em projeto popular de política, com assessoria de Paulo Carbonari, de Passo Fundo, assessor de movimentos populares, Presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos do Rio Grande do Sul.

No final de seu trabalho, a coordenação da Escola motivou momento de partilha dos participantes sobre os desafios e compromissos que levariam deste tempo de formação política. Vários acentuaram o compromisso de continuar e ampliar a reflexão desencadeada, a convicção de em tudo ter persente a proposta de Jesus Cristo, a necessidade de colocar em prática o que foi refletido, continuar e fortalecer o método “ver, julgar e agir” nas atividades, a importância da atualização permanente. Houve também manifestações de agradecimento à coordenação da Escola e à Diocese pela iniciativa.

No momento de oração, os participantes receberam e acenderam pequena vela, lembrando a passagem do evangelho na qual Cristo fala de que seus discípulos devem ser sal da terra e luz do mundo.

Antes de dar a bênção final, Dom José dirigiu sua palavra de encerramento. Observou que temos muitas informações, mas o que conta é o envolvimento decisivo em ações transformadoras. Citou como exemplo Madre Teresa de Calcutá. Dedicava-se exclusivamente aos últimos, mas batia também na porta de governantes e de dirigentes de empresas desafiando-os a atender os excluídos. Exortou a todos não terem vergonha de agir em nome da fé, a exemplo de cidadãos conscientes que sofrem com a atual situação do País e lutam por uma nova organização social. Acentuou o compromisso com a dignidade humana, numa realidade de deterioração do nível social. Citou o Papa Francisco, porta-voz de muitas realidades e incentivador de transformações sociais. Lembrou o Ano Nacional do Laicato a ser iniciado no dia 26 deste mês e o processo de organização do Conselho Diocesano de Leigos, iniciativas que ressaltam a preocupação da Igreja com a participação ativa dos leigos e leigas.

Por fim, Dom José agradeceu à coordenação da Escola, aos assessores e aos alunos pelo esforço realizado em participar, renunciando a outras atividades e compromissos e abençoou a todos.

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.