Barão do Rio Branco comemora 90 anos

Quantas comemorações cabem em um aniversário? Nos 90 anos do Instituto Anglicano Barão do Rio Branco (IABRB) cabem várias e, em cada manifestação de carinho, demonstrações de doses de amor pelo que se faz. No Ensino Médio, a celebração do aniversário da escola iniciou ainda na quarta-feira (31) e impulsionou o 3º ano a presentear: em ações sociais, os alunos levaram alegria aos idosos do Residencial Geriátrico de Erechim (Rege) e Lar dos Velhinhos. “Achei fantástica a proposta do Rege, que não é uma casa de repouso, mas uma creche para idosos. Voltar para casa todos os dias é algo muito importante, pois garante que o convívio familiar diário seja mantido”, avalia o estudante Matheus Cerutti.

A proposta de levar carinho ao Lar dos Velhinhos veio com a surpresa de também receber afeto, “uma das histórias que conhecemos foi a da dona Maria, que já na chegada abraçou cada um de nós. Acredito que momentos como esse são importantes, pois apesar de toda a atenção que eles recebem por parte dos funcionários, um pouco mais de alegria e amor ajudam a tornar o dia melhor, já que muitos não estão ali por opção”, destaca a aluna Milena Federle.

“Com açúcar, com afeto”, os estudantes foram recepcionados por uma mesa de aniversário e algodão doce feito na hora, na manhã do dia 1º de agosto. O propósito de ser muito mais do que uma instituição de ensino, traduziu, a cada canto de parabéns, que estudantes e colaboradores comemoravam com alegria um aniversário em família. À tarde, além do uniforme, Augusto Ferrari Piovesan também pediu à mãe para vestir a roupa preferida afinal, sua escola estava de aniversário! A festa da Educação Infantil e séries iniciais do Ensino Fundamental teve bolo de aniversário e parabéns em polenês, cantado pelo Jupem, que também realizou apresentações no Barão.

Para o diretor geral do Barão e Faculdade Anglicana de Erechim (FAE), Reginaldo José Bolis, comemorar 90 anos é um grande desafio, assim como foi em 1929, ano em que o reverendo Alberto Blank fundou em Erechim a Escola Paroquial. Há 90 anos, o desafio foi oferecer educação conjunta para meninos e meninas e incentivar a prática da educação física, “hoje um dos principais desafios que temos é estar sempre nos adaptando aos contextos sociais. Com pais trabalhando fora, por exemplo, a escola passou a cumprir, de forma muito mais enfática, o papel de segunda casa e, em troca disso, recebemos o abraço e o carinho dos nossos estudantes todos os dias, o que torna este ambiente motivador na busca pelo desenvolvimento do melhor trabalho possível”, enfatiza o diretor.

Cumprindo o propósito de educar, transformar pessoas e impactar vidas, outros 15 diretores também deram a sua contribuição para construir a história da escola e, em reconhecimento ao trabalho prestado por eles, foi inaugurada uma galeria, em local de destaque. O dia que começou com festa terminou com uma linda homenagem aos 90 anos do Barão, em sessão solene na Câmara de Vereadores de Erechim. A partir de proposição do presidente do Poder Legislativo Alderi Oldra, a escola recebeu Menção Honrosa pelos seus 90 anos.

“A história da escola praticamente caminha junto com a história do município, que tem 100 anos. Com este ato, os Poderes Executivo e Legislativo reconheceram o trabalho que O Barão desenvolveu no decorrer desses anos e também a contribuição que todos os professores, diretores e funcionários deram para o desenvolvimento de Erechim. Foi um momento muito significativo e nós agradecemos de coração porque este ato também ficará na história”, destaca a diretora acadêmica, Verenice Lipsch.

O 1º de agosto de 2019 amanheceu lindo e será lembrado como memorável. A comemoração pelos 90 anos também contou com um culto ecumênico, na sexta-feira (2), e foi encerrada com jantar dançante no CTG Sentinela da Querência, sábado (3).

Comentários estão fechados.