Municípios recebem R$ 1,6 milhão para ações de vigilância em saúde e combate ao Aedes

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

O Ministério da Saúde divulgou nesta semana o repasse de R$ 1,6 milhão para 88 cidades gaúchas destinado ao custeio das ações de vigilância em saúde. Desse total, R$ 687 mil seriam uma verba destinada à Secretaria Estadual de Saúde (SES) mas que agora serão aplicados diretamente nos municípios. A transferência visa ao investimento em atividades de combate ao Aedes aegypti, já que as cidades beneficiadas são consideradas infestadas pelo mosquito. Entre as doenças transmitidas pelo inseto está a dengue, que já teve 81 casos confirmados no ano no RS, assim como a chikungunya e a zika, que somam outros três casos registrados.

Os repasses foram publicados no Diário Oficial da União desta quinta-feira (4), onde consta a relação das cidades e os respectivos valores. Os complementos disponibilizados pelo Estado constam da resolução da Comissão Intergestores Bipartite da SES, que havia aprovado o remanejo de recurso financeiro federal sob gestão estadual para o custeio de ações de vigilância e controle do vetor. Nos próximos dois meses, a mesma medida injetará nesses municípios maisR$ 1,35 milhão.

O Governo do Estado já havia repassado neste ano R$ 2,4 milhões para outros 232 municípios considerados infestados pelo Aedes. O cálculo dos valores correspondentes a cada localidade foi definido de acordo com o número de habitantes.

Casos no Estado

Segundo dados do Informativo Epidemiológico de Arboviroses publicado pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), o Rio Grande do Sul registrou até o momento 81 casos de dengue no ano. Desses, 42 foram contraídos dentro do Estado, distribuídos em 18 cidades. A chikungunya, por sua vez, já teve um caso com circulação dentro do RS, registrado em Esteio.

Transmissão e prevenção

A transmissão da dengue, zika e chikungunya ocorre pela picada do Aedes aegypti. O inseto tem, em média, menos de um centímetro de tamanho, é escuro e com riscos brancos nas patas, na cabeça e no corpo. Para se reproduzir, ele precisa de locais com água parada, que é onde ele deposita os ovos. Por isso, o cuidado para evitar a sua proliferação busca eliminar esses possíveis criadouros, impedindo o nascimento do inseto.

Municípios contemplados

Água Santa: R$ 5.508,00

Almirante Tamandaré do Sul: R$ 4.732,27

Alto Alegre: R$ 5.459,43

Antônio Prado: R$ 8.541,42

Barão de Cotegipe: R$ 5.298,32

Barra do Quaraí: R$ 5.133,48

Barra Funda: R$ 4.750,97

Barros Cassal: R$ 7.019,48

Benjamin Constant do Sul: R$ 4.775,64

Bento Gonçalves: R$ 38.919,82

Boa Vista das Missões: R$ 5.475,77

Bom Princípio: R$ 9.241,93

Cachoeira do Sul: R$ 26.696,53

Camargo: R$ 4.757,98

Campo Bom: R$ 24.956,52

Canoas: R$ 105.387,48

Carazinho: R$ 20.448,46

Carlos Barbosa: R$ 16.720,01

Caxias do Sul: R$ 65.355,62

Coqueiros do Sul: R$ 4.731,64

Cristal do Sul: R$ 5.469,17

Cruzeiro do Sul: R$ 8.802,28

Derrubadas: R$ 6.146,37

Encantado: R$ 14.263,33

Esteio: R$ 36.344,65

Estrela: R$ 19.492,70

Farroupilha: R$ 21.030,83

Fazenda Vilanova: R$ 4.790,78

Feliz: R$ 9.712,88

Forquetinha: R$ 5.464,95

Garibaldi: R$ 19.541,20

Gentil: R$ 4.777,84

Giruá: R$ 10.224,37

Gravataí: R$ 51.900,17

Guaporé: R$ 17.309,61

Ibiraiaras: R$ 5.461,87

Ibirapuitã: R$ 5.466,09

Itapuca: R$ 5.460,20

Jóia: R$ 5.189,49

Lagoa dos Três Cantos: R$ 4.734,60

Lajeado: R$ 24.491,80

Manoel Viana: R$ 5.383,45

Marquês de Souza: R$ 5.468,94

Mormaço: R$ 5.547,30

Muçum: R$ 4.745,73

Nicolau Vergueiro: R$ 5.465,03

Nova Araçá: R$ 5.562,76

Nova Bassano: R$ 6.505,44

Nova Petrópolis: R$ 12.284,63

Nova Prata: R$ 15.714,74

Novo Hamburgo: R$ 86.346,40

Novo Tiradentes: R$ 5.465,23

Novo Barreiro: R$ 4.744,29

Panambi: R$ 18.210,19

Pantano Grande: R$ 8.021,99

Paraí: R$ 4.830,56

Paverama: R$ 5.026,35

Pelotas: R$ 52.745,73

Pinhal: R$ 5.541,73

Pinheirinho do Vale: R$ 5.334,77

Pontão: R$ 4.735,47

Porto Alegre: R$ 290.308,57

Putinga: R$ 4.731,89

Quaraí: R$ 14.335,79

Restinga Seca: R$ 10.259,71

Rio Pardo: R$ 18.046,75

Sagrada Família: R$ 5.468,16

Santa Cruz do Sul: R$ 42.038,39

Sant’Ana do Livramento: R$ 24.388,66

Santa Rosa: R$ 23.650,09

Santo Antônio do Planalto: R$ 4.736,12

Santo Expedito do Sul: R$ 5.463,76

São Borja: R$ 28.701,60

São José do Norte: R$ 16.227,40

São Leopoldo: R$ 59.379,05

Sapucaia do Sul: R$ 33.941,81

Sede Nova: R$ 4.735,96

Serafina Corrêa: R$ 10.317,47

Taquari: R$ 16.776,26

Teutônia: R$ 18.282,74

Tio Hugo: R$ 5.522,63

Travesseiro: R$ 5.469,73

Três Palmeiras: R$ 5.476,57

Tunas: R$ 5.484,66

Vanini: R$ 5.497,41

Veranópolis: R$ 18.160,84

Vitória das Missões: R$ 5.460,52

Westfalia: R$ 5.504,88

TOTAL: R$ 1.616.128,85

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais