Dom José preside sua primeira ordenação episcopal

Dom José esteve em Barros Cassal, Diocese de Cruz Alta, na manhã deste sábado, primeiro de dezembro, onde presidiu a missa de ordenação episcopal do novo Bispo de Bagé, Dom Cleonir Paulo Dalbosco, tendo como coordenantes Dom Jaime Spengler, Arcebispo de Porto Alegre, e dom Adelar Baruffi, Bispo da Diocese local, acompanhados de diversos outros bispos, entre eles, o emérito de Bagé, Dom Gílio Felicio, muitos padres, religiosos, familiares, amigos do ordenado e delegação da Diocese para a qual foi nomeado. O cerimoniário da missa foi o Pe. Anderson Faenello, Pároco da Paróquia São Cristóvão de Erechim.

Dom José foi escolhido pelo novo bispo como seu ordenante principal pelo fato de os dois serem capuchinhos. Na homilia, ele registrou este aspecto, dizendo: “Minha saudação carinhosa de Frei Capuchinho ao caríssimo irmão Frei Cleonir Paulo Dalbosco, que disse ‘sim’ ao chamado do Senhor, para estar a serviço do Reino, na Igreja povo de Deus, como religioso, sacerdote e agora como pastor, Bispo e sucessor dos apóstolos na Igreja Diocesana de Bagé.” Referiu-se também a São Francisco de Assis, em cujo carisma se inspira a ordem capuchinha. O ordenante mencionou o lema do novo bispo, ressaltando a dimensão do serviço no ministério episcopal: “Caro irmão, tens presente que a missão do Bispo é servir. Tanto é que escolheste como lema do teu ministério “Eu vim para Servir” (Mc 10,45). Esta missão de amor “serviço” precisa ser alimentada diante do sacrário, do crucificado, diante da cruz, como fez Maria de Nazaré, num silêncio contemplativo, que nos ajuda a reler e rever a história da nossa vocação cristã, pessoal, familiar e comunitária, a partir do nosso “sim” diário ao Senhor.” Ele também destacou as três dimensões da missão do Bispo: santificar, ser mestre da fé e exercer o pastoreio.

No final da celebração, o novo bispo agradeceu a presença de todos. Com forte emoção, ressaltou: “Depois de tantas palavras emocionantes e bonitas, agora com o coração emocionado quero pronunciar algumas palavras com muita fé e carinho a todos vocês. Nesse momento tão importante me manifesto com muita gratidão”. Recordou momentos marcantes de sua vida, nos quais os diversos grupos presentes participaram. Expressou especial agradecimento aos seus confrades capuchinhos: “Minha palavra de profundo agradecimento à província dos Freis Capuchinhos, que sempre me amou e a quem eu amo profundamente. Acompanhou meus passos, ajudou a discernir muitos momentos e neste momento segue comigo. Saibam que eu serei eternamente Capuchinho”. Em relação ao seu lema episcopal, assegurou: “Escolhi como lema de minha ordenação ‘Eu vim para servir’. Essa passagem bíblica me coloca em sintonia com Jesus Cristo e sua missão, estarei em serviço do Reino de Deus e de sua justiça”. Por fim, Dom Cleonir pediu a oração de todos por ele e por sua missão, garantindo que rezará por todos.

Dom Cleonir será acolhido e iniciará seu ministério episcopal na Diocese de Bagé no dia 16 deste mês, em missa no às 17h, no Ginásio Franciscano Espírito Santo. (Com informações e fotos do site da Diocese de Cruz, da Rádio “Tua Rádio Cristal)

Comentários estão fechados.