Recursos do Legislativo ao município já beneficiam pacientes de consultas oftalmológicas  

Já diz o ditado que, onde apenas um trabalha poucos são os resultados alcançados, mas onde ocorre a parceria estes podem ser multiplicadores e com ganhos de extrema importância para a comunidade, em especial aqueles que estão na fila de espera a longo tempo para uma consulta de oftalmologia.

Este resultado de uma parceria que tem dado certo pôde ser constatado na manhã do último sábado, quando pacientes que estavam na fila de espera junto a Secretaria Municipal de Saúde para realizar uma consulta oftalmológica tiveram esta realizada na Clínica de Olhos Santa Luzia, através da união da Câmara Municipal de Vereadores e Prefeitura Municipal depois da liberação, da Casa Legislativa, de R$ 2 milhões, oriundos da economicidade de 2017, sendo R$ 1 milhão para a Fundação Hospitalar Santa Terezinha e R$ 1 milhão a Pasta de Saúde, o que acabou por beneficiar os pacientes.

Na oportunidade, a presença do presidente do Poder Legislativo, Ale Dal Zotto, do prefeito municipal Luiz Francisco Schmidt e do secretário de Saúde, Dércio Nonemacher.

Em suas manifestações aos pacientes presentes, destacaram a importância da parceria entre os dois poderes e a clínica de olhos, o que possibilitou aliviar um pouco a demanda de consultas, como evitar que os atendimentos fossem realizados no município de Aratiba.

“É uma grande satisfação estarmos neste momento importante para a saúde de nosso município, como de cada um de vocês, de poder oportunizar as consultas em uma clínica de primeiro mundo, conhecida em todo do Brasil, e de ver a satisfação no rosto de cada um por estarem sendo atendidos. A economicidade da Câmara Municipal de Vereadores e a iniciativa em realizar o repasse dos valores a Fundação Hospitalar e a Pasta de Saúde foram fundamentais para que este momento fosse uma realidade”, destacou Dal Zotto.

Luiz Schmidt destacou que a comunidade que trabalha unida transpõe seus obstáculos e vence suas lutas com menor dificuldade. O trabalho unido estimula todos a laborar ainda mais.

Por sua vez, Dércio Nonemacher pontuou que, com esse mutirão que está sendo realizado, através do repasse de recursos da Câmara Municipal de Vereadores à Secretaria da Saúde, se quer diminuir a demanda que está na Pasta há mais de dois anos, eliminando gradualmente as cerca de 1.380 consultas de acuidade visual que estão represadas.

Schmidt, Dal Zotto e Nonemacher

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.