Novas máquinas para a secretaria de Agricultura

Em meio ao orçamento espremido, o secretário da Agricultura, Leandro Basso, tem se virado nos 30 perante as frequentes demandas neste ano.  Os recursos serão os mesmos para 2018, contudo já estão sendo adquiridas novas máquinas, o que irá baixar os gastos com manutenção e horas máquina terceirizadas. Só em consertos e manutenções, foram investidos R$ 200 mil até agora. “Em função do maquinário velho, no decorrer do ano fomos dialogando, expondo as dificuldades, montando mutirões, as pessoas foram se disponibilizando e construímos muitas parcerias”, destacou o secretário.

Poços artesianos contaminados

Hoje, a secretaria de Agricultura é responsável por 44 poços artesianos do interior, onde realiza a colocação de cloro, medição e análise da água de consumo. “Também realizamos durante o ano a instalação de redes de água, outras foram licitadas, recuperamos estradas, consertamos encanamentos danificados e mudamos a feira do Bairro Progresso de lugar. A secretaria também é responsável pelo atendimento de mais de 20 agroindústrias, juntamente com os veterinários, assim como o abate, operações demandadas pela promotora em ações de fiscalização e trabalhamos constantemente em parceria com a Emater”, relatou.

“Hoje se tivermos estiagem, a situação do interior será crítica”

A secretaria também está em processo de cálculo de custos da feira central, para que a mesma funcione de terça a sábado com maior número de feirantes. A parte externa será revitalizada e a principio, uma chancela será instalada para controlar o fluxo de veículos. No entanto, a grande preocupação do secretário Basso são os poços artesianos contaminados. “Já realizamos reuniões com as comunidades e tem locais que será preciso perfurar um novo poço. Mas acredito que em localidades com mais expressividade de moradores, seria preciso água da Corsan e uma rede estruturada. Hoje se tivermos estiagem, a situação do interior será crítica”, alertou Basso.

Por Carla Emanuele

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais