Exposição mostra os 10 anos do Laboratório de Simulação Numérica da URI

O Congresso Internacional de Gestão, Tecnologia e Inovação (CONIGTI) da URI Erechim reservou um espaço para comemorar os 10 anos de atividades do Laboratório de Simulação Numérica (LABSIM). É através de uma exposição no Espaço Cultura Viva (em frente à Universidade), lembrando a trajetória do espaço, que tem contribuído de forma significativa para a formação de mão de obra na área de Dinâmica dos Fluidos Computacional (CFD) e Análises Estruturais com aplicações em Elementos Finitos (FEM), além de outras ferramentas de simulação.
        O LABSIM foi criado em 2008 por iniciativa dos professores Cristiano Vitorino da Silva e Arthur Bortolin Beskow a partir da captação de recursos de projetos de pesquisa e desenvolvimento (P&D) através do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com a Engenharia Química da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), viabilizando as primeiras licenças do Ansys CFD.
        A URI disponibilizou o espaço físico e o empréstimo dos primeiros computadores, dando início às atividades de apoio aos primeiros trabalhos de Iniciação Científica e de Pesquisa Aplicada na área de combustão de resíduos de Biomassa.
        Em 2009, um novo projeto de P&D em Simulação de Combustão de Carvão foi contemplado em Edital CNPq/MCT em parceria com a Engenharia Mecânica da UFRGS, ampliando significativamente a capacidade do LABSIM, quando foram adquiridos novos computadores e novas licenças do Ansys CFD, atendendo inclusive atividades de aulas e novos alunos de iniciação científica, bem como aos primeiros alunos de Trabalhos de Conclusão de Curso da Engenharia Mecânica e a viabilização de missões nacionais e internacionais dos pesquisadores do Laboratório.

           Em 2011, com a inserção dos professores Gilson Francisco Paz Soares e Tancredo Westphal Jr., um novo projeto na área de Elementos Finitos, contemplado junto à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SCTI /RS), permitiu uma renovação das licenças do Ansys CFD, também incluindo licenças do Ansys Mechanical, abrindo uma nova frente de pesquisas também na área estrutural.    Nesta época, foi duplicada a capacidade do LABSIM, com mais alunos de IC e TCC e novos projetos de P&D nesta área, incluindo também alunos do Curso de Engenharia Civil.

        Em 2014, com ampla participação de vários pesquisadores da UFRGS e UNISINOS, o LABSIM novamente foi contemplado com quatro projetos de P&D financiados pelo CNPq/MCT, permitindo mais uma grande reestruturação, com novas licenças do Ansys, novos computadores e mais bolsistas de IC, permitindo o atendimento a novos alunos e o desenvolvimento de diferentes projetos. Em 2015, a equipe recebeu o professor Marco Antônio Sampaio Ferraz de Souza e, em 2016, a professora Roberta Fátima Neumeister.
        Recentemente, mais um importante projeto de P&D foi aprovado junto à Empresa EDP Energia de Portugal – EDP Pecém, também em parceria com a Engenharia Mecânica da UFRGS, viabilizando nova renovação de licenças do Ansys até 2020.
        De acordo com o professor Cristiano, desde a implantação do LABSIM até os dias atuais, muitos foram os projetos e alunos envolvidos em atividades de pesquisa e desenvolvimento. “Tivemos inúmeras participações em congressos de Engenharia, tanto de alunos como de professores, viabilizando parcerias com universidades e empresas, formando pessoal qualificado na área, captação de recursos para as pesquisas e manutenção do Laboratório, bem como a publicação de inúmeros artigos, consolidando uma trajetória de muito trabalho e significativas contribuições à comunidade. Isso tudo culminou com mais laboratórios da URI, em 2017, na implantação do Programa de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – URI Indústrias, agora também atendendo formalmente a Indústria local, com diferentes projetos de P&D e inserção de mais alunos nas atividades de pesquisa”.

Comentários estão fechados.