RS tem melhor índice do Sul no ranking de transparência no combate à Covid-19

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

No 4º Ranking de Transparência no Combate à Covid-19 Estados e capitais, com números de agosto, o Rio Grande do Sul atingiu a média de 96 pontos, de uma escala máxima de 100. Na região Sul, o RS teve a maior pontuação. O desempenho deixou o Estado na nona posição no cômputo geral.

Os mais transparentes são aqueles que mais se aproximam da nota máxima. O estudo é elaborado e mensalmente e divulgado pela Transparência Internacional – Brasil.

No Rio Grande do Sul, foi criado o Grupo de Trabalho Transparência que realiza o levantamento dos dados relacionados à Covid-19, para fins de transparência, com a participação das secretarias do Estado.

De acordo com a subchefe de Ética, Controle Público e Transparência da Casa Civil, Adriana Krieger de Mello de Carvalho, o resultado positivo não seria possível sem o empenho entre os gestores públicos. “Merece destaque especial a atuação conjunta e harmônica das secretarias estaduais, como a Casa Civil, a Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão e a Procergs”, afirmou.

Em maio a Transparência Internacional Brasil estabeleceu uma metodologia para análise de transparência de Estados, Distrito Federal e capitais brasileiras sobre contratações emergenciais, doações e medidas de estímulo econômico e proteção social relacionadas ao coronavírus. O estudo parte de boas práticas descritas na legislação brasileira – especialmente Lei 13.979 de 2020, Lei de Acesso à Informação (Lei 12.527 de 2011) e Lei 8.666 de 1993 – e em propostas desenvolvidas por entidades nacionais (como o Tribunal de Contas da União), internacionais e organizações da sociedade com histórico de atuação na promoção da integridade e transparência.

Texto: Jessica Gamarra/Ascom Casa Civil
Edição: Secom

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais