Comitê Regional repassa cobertores para Charrua

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

           O Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus da AMAU – Associação de Municípios do Alto Uruguai, realizou um repasse de 20 cobertores, para a Secretaria Municipal de Saúde do município de Charrua.

          O presidente da AMAU e integrantes do comitê regional estiveram realizando uma visita à comunidade indígena do município, oportunidade em que dialogaram com os representantes locais sobre ações de prevenção e enfrentamento, que estão sendo adotadas pelo município, no intuito de minimizar os efeitos da epidemia do novo coronavírus.

          O comitê tem adotado ações regionais, articuladas e integradas, no propósito que as ações sejam mais efetivas, eficazes e eficientes. Nesse sentido, de atuar em irmandade, o colegiado repassou vinte cobertores, que serão utilizados na ala Covid, que foi instalada junto a Reserva Indígena, para os pacientes que testarem positivo.

          O município, em parceria com a comunidade indígena, implantou na Escola Indígena José Bonifácio, uma ala com 20 leitos, no sentido de realizar o isolamento dos casos positivos e, com isso, diminuir a disseminação do vírus, reduzindo a velocidade de contágio.

          O material foi entregue pelo presidente da AMAU e prefeito de Ipiranga do Sul, Mário Ceron, e pelo membro do comitê regional, Jackson Arpini para a secretária municipal de Saúde, Janete Gava Berengoski.

Para o presidente da AMAU, Mário Ceron, esta doação faz parte das ações que o Comitê Regional da AMAU tem trabalhado nos últimos meses para o enfrentamento da COVID-19, assim como outros insumos que já foram doados para os municípios. Neste momento de combate ao novo coronavírus, a solidariedade se tornou uma das principais armas contra a pandemia.

          O município de Charrua vem realizando um trabalho de prevenção e enfrentamento ao coronavírus, e nesse sentido todas os reforços são relevantes, considerando que na área de abrangência do município existe um Comunidade Caingangue, que requer atenção especial,  pelas suas tradições e costumes, pontua Jackson Arpini.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais