Vacinação contra o sarampo e a poliomielite atinge o índice de 99,5%

Após um esforço conjunto da secretaria de Saúde, entidades parcerias, Família Rotária e sociedade, a meta de imunização contra a poliomielite e sarampo foi atingida. Segundo dados do Setor de Epidemiologia, da Secretaria Municipal da Saúde, o índice alcançado foi de 99,5%, superior a meta proposta pelo Ministério da Saúde de 95%.

A campanha teve seu início em 6 de agosto e se estendeu até o último sábado, 01, com objetivo de vacinar crianças de 1 ano a 4 anos, 11 meses e 29 dias (menos de 5 anos). Durante esse período as Unidades Básicas de Saúde ficaram à disposição dos pais para realizar a imunização das crianças, público alvo da iniciativa.

Também para percorrer o atingimento da meta foi utilizada a estratégia de abertura de todas as UBS no sábado, 18, Dia D de Mobilização e, da UBS Centro, no último sábado, 01, para facilitar o acesso às vacinas que ainda não tinham realizado a imunização.

Para o secretário de Saúde, Jackson Arpini, o resultado satisfaz a iniciativa da campanha “Vacinar é proteger”, idealizada por várias entidades como SMS, FHSTE, HCE, Unimed Erechim, Centro Hospitalar Santa Mônica e Família Rotária.

“Atuamos em irmandade para sensibilizar, conscientizar e mobilizar os pais da importância da prevenção através das vacinas. A meta foi atingida graças a um somatório de esforços, com apoio integral dos servidores da SMS, que atuaram inclusive em dois finais de semana, pais, entidades e imprensa que massificou a relevância da proposta”, garante.

“Precisamos persistir nessa seara de união de esforços quando falamos em prevenção. Estamos evitando o aparecimento de doenças, enfermidades decorrentes, gastos com assistência farmacêutica, exames de diagnose, consultas especializadas e internações hospitalares, melhorando nossos indicadores de saúde, livrando nossos filhos de doenças que são evitadas com vacinas, e melhorando a qualidade de vida dos munícipes de Erechim”, finaliza Arpini.

Comentários estão fechados.