Lançado o 22º Rally de Erechim

Prova será a etapa brasileira do Campeonato Sul-americano de rally de velocidade em junho

A programação do Rally de Erechim em 2019 começa ainda neste mês de maio, na quarta-feira, dia 30. Mas a corrida, se desenvolverá até o domingo, dia 2 de junho. Naquele final de semana, a cidade de Erechim receberá competidores de diversos países para a disputa da terceira etapa do Campeonato Sul-americano e a segunda prova do ano nos campeonatos Brasileiro e Gaúcho de rally de velocidade.

Um evento que promete se manter como o principal do esporte no País e um dos mais importantes no continente. Parte do show que vai acontecer naquele final de semana, foi apresentado na noite desta quinta-feira, 2, em um evento de lançamento realizado pelo Erechim Auto Esporte Clube (Eaec).

Na platéia, autoridades, convidados e claro, os voluntários, que são as pessoas que fazem o evento acontecer. E eles foram lembrados em vários momentos da noite nas falas do presidente do Eaec, Claudio Pagliosa e de Casandro Maloz, que realizou a apresentação do mapa do rally.

Para Pagliosa, esta foi mais uma etapa vencida. “Só este evento de lançamento levou quatro meses de preparação e trabalho. Agora faltam 30 dias para o grande show de velocidade. E nós precisamos a colaboração de todos, para fazermos o melhor evento até hoje, com segurança e organização. Vamos levar a marca de Erechim para além de nossa região, para fora do País”, destacou.

O prefeito de Erechim, Luiz Francisco Schmidt frisou que o Rally é um momento que mostra o potencial que a cidade tem de realizar grandes eventos. “A cada ano se torna maior e melhor, não apenas pelo número dos competidores, mas por cada vez atrair mais pessoas de nossa região, do Brasil e até outros países para cá”, completou.

Casando Maloz apresentou o mapa da prova aos presentes, destacando a volta do “salto dos verdureiros” e algumas novidades que acontecerão no traçado da corrida deste ano, que terá entre a sexta-feira, dia 31 de maio, o sábado e domingo, 1º e 2 de junho, mais de 160 quilômetros de trechos cronometrados divididos em 12 especiais.

Pagliosa apresentou ainda os números que envolvem o evento e a expectativa para este ano que é de contar com mais de 60 carros no grid de largada, arrecadar mais de 15 toneladas de alimentos, que servirão como acesso aos super primes (noturno na sexta-feira e diurno no sábado), além de receber mais de 80 jornalistas e envolver mais de 2,5 mil crianças no projeto Rally na Escola.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais