Secretarias Municipais de Planejamento e Saúde cadastram emendas parlamentares

As secretarias municipais de Planejamento e Saúde realizaram o cadastramento de emendas parlamentares para 2018, no valor de R$ 1.481.136,00. Elas foram habilitadas no Fundo Nacional de Saúde (FNS) e se destinam ao custeio do Piso de Atenção Básica (PAB) e Média e Alta Complexidade (MAC), compreendendo a Secretaria Municipal de Saúde, a Fundação Hospitalar Santa Terezinha de Erechim (FHSTE) e o Banco de Sangue do Alto Uruguai Gaúcho. Também foram cadastradas emendas na ordem de R$ 600 mil para a aquisição de equipamentos e pavimentação, através de uma negociação da pasta do Planejamento.

A obtenção dos recursos é o resultado de um diálogo constante das secretarias com os representantes federais, para auxiliar nas ações e serviços da Rede Municipal de Atenção à Saúde, partindo do pressuposto de que o financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS) conta com a participação de recursos da União, Estado e município.

“Estamos fazendo a nossa parte no sentido de buscar firmar parcerias com os entes federados. Esperamos, agora, que os repasses de 2018 aconteçam com a maior brevidade, para que possam se somar aos esforços municipais no propósito de  aprimorar e qualificar as ações e serviços de saúde”, pontua o secretário adjunto de Saúde, Jackson Arpini.

Para o secretário de Planejamento, Gestão e OP, José Camargo, a vinda dos recursos vem ao encontro das necessidades do município e são oriundas de projetos apresentados nas esferas federais. “Estamos intensificando nossas parcerias com Brasília, no intuito de captar recursos para auxiliar em nossas demandas prioritárias”, afirma.

A Secretaria Municipal de Saúde recebeu, através do Fundo Municipal de Saúde, o valor de R$ 900 mil, referentes ao exercício 2017, oriundos de emendas parlamentares destinadas ao custeio, aquisição de veículos e equipamentos e materiais permanentes.  Resultado, de acordo com Camargo e Arpini, de um permanente diálogo da pasta de Planejamento e Saúde, com representantes federais e com órgãos ministeriais.

Comentários estão fechados.