UFFS promove V Seminário Interdisciplinar em Ciências Humanas

Evento ocorre nos dias 16 e 17 de abril; inscrições estão abertas até o dia 30 de março

O Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas (PPGICH) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Erechim promove, nos dias 16 e 17 de abril, o V Seminário Interdisciplinar em Ciências Humanas, que neste ano tem como tema “A pesquisa interdisciplinar nas Humanidades”. O objetivo principal é discutir aspectos epistemológicos e metodológicos da pesquisa interdisciplinar no campo das Ciências Humanas. O Seminário contará com conferências, mesas de debate e oficinas abertas à comunidade acadêmica e regional.

As inscrições, gratuitas, já estão abertas e podem ser feitas até dia 30 de março, no formulário disponível em https://forms.gle/swPPYqsMKLM87v2o6.

Serão ofertadas 30 vagas para cada uma das oficinas. Elas serão realizadas concomitantemente e por isso o participante só poderá se inscrever em apenas uma delas.

Programação

16 de abril

19h: Credenciamento

19h20: Abertura

19h30 às 21h: Conferência “Pesquisa Interdisciplinar: aspectos epistemológicos e metodológicos”. Ministrante: Prof. Lucídio Bianchetti (UFSC). Mediadora: Prof.ª. Adriana Loss (UFFS).

17 de abril

14h às 17h: Oficinas (confira abaixo os detalhes).

19h às 20h: Conferência “Formação docente e Interdisciplinaridade”. Ministrante: Prof. Samuel Gonçalves Pinto (FUPAC/Ponte Nova-MG). Mediador: Prof. Alexandre Paulo Loro.

20h às 21h30: Mesa-redonda “Interdisciplinaridade: o fazer científico nas Humanidades”. Participantes: Prof.ª. Joice Beatriz da Costa (Filosofia); Prof. Halferd Carlos Ribeiro Júnior (História); Prof. Cássio Cunha Soares (Ciências Sociais) e Prof.ª Adriana Richit (Educação Matemática). Mediador: Prof. Alexandre Paulo Loro.

As atividades ocorrerão no Auditório do Bloco A, com exceção das oficinas, conforme abaixo.

Oficinas

Oficina I

Pesquisa: Estado de Conhecimento

Ministrante: Prof.ª Zoraia Aguiar Bittencourt

Inscrições: https://forms.gle/PtMPimMLoLuGWr5e9.

Objetiva apresentar o que é uma pesquisa de Estado de Conhecimento, abordando a sua relevância para o campo científico, especialmente para estudos realizados em Programas de Pós-Graduação. Além disso, esse modelo de pesquisa será analisado em relação ao aporte teórico que lhe dá base, bem como aos aspectos metodológicos que possibilitam sua realização. Por fim, a atividade busca ainda, a partir da apresentação dos principais repositórios digitais do país, propor exercícios práticos nos quais os participantes poderão relacionar o que foi debatido na oficina com temáticas de seu interesse.

Local: Sala 303 A

Oficina II

Cultura, modernidade e biopolítica nos estudos das humanidades

Ministrantes: Prof. Fábio Francisco Feltrin de Souza e mestranda Eduarda Hubner

Inscrições: https://forms.gle/dP66ng7xwUFm6CSP8.

O objetivo é problematizar, dentro dos estudos interdisciplinares em ciências humanas, os diversos discursos sobre a produção de verdades e formas de subjetivação a partir de epistemologias que têm como centro os limites da linguagem e a ação prática do mundo. O debate se interpõe sobre a relação de saberes e discursos na cientificidade, pluralidade e epistemologias das humanidades, trazendo um panorama das principais correntes teóricas utilizadas na linha de pesquisa Sujeito e Linguagem do PPGICH.

Local: Sala 304 A

Oficina III

Direitos Humanos e Educação: Perspectivas decoloniais

Ministrante: Prof.ª Thaís Janaina Wenczenovicz

Inscrições: https://forms.gle/wjr9gEF5Fra7DuCLA.

Trata-se de reflexionar sobre os direitos humanos junto ao processo educativo. Também busca afirmar que a educação para direitos humanos pode possibilitar a mudança do status quo do contexto educativo, a partir da orientação de pedagogias decolonialistas, com a inserção de uma práxis social no âmbito escolar. Dessa maneira, proporcionando ensino e aprendizagem libertárias, inclusive buscando reforçar a proposta da inserção de temas como identidade de gênero, identidade étnico-racial, acessibilidade, ações afirmativas, políticas afirmativas e de inclusão no currículo escolar praticado nas instituições de ensino de formação básica, públicas e privadas. Busca ainda discutir a importância de dar efetividade ao Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos (PNEDH) no âmbito educacional como um todo, visando alcançar objetivos almejados pela Constituição Federal do Brasil no tocante aos Direitos Humanos Fundamentais.

Local: Sala 305 A

Mais informações: [email protected].

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais