Estado passa a contar com Cadastro de Pedófilos

O governador José Ivo Sartori sancionou na última quarta-feira (30), Projeto de Lei que cria o Cadastro Estadual de Informações para Proteção da Infância e da Juventude no Rio Grande do Sul – o Cadastro de Pedófilos.

Terão acesso ao cadastro membros do Ministério Público, do Judiciário, da Polícia Civil, Brigada Militar e pessoas envolvidas com a defesa dos direitos das crianças, como conselheiros tutelares e secretários de Assistência Social.

“Mais do que culpar os criminosos, a importância do cadastro está em conhecê-los, para que possamos proteger nossas crianças desse horror”, disse o governador.

Segundo dados divulgados pelo governo do estado, entre janeiro e outubro do ano passado, o número de denúncias de estupro de vulnerável no Rio Grande do Sul alcançou 2,3 mil casos. Dados do Disque 100 mostram que 90% das vítimas de pedofilia são abusadas por parentes ou por alguém que tenha algum tipo de ligação com os familiares da vítima. E, para piorar ainda mais esse cenário, estatísticas mundiais apontam que apenas 10% dos casos são notificados.

O Rio Grande do Sul é o quarto estado a ter um cadastro desse tipo no Brasil. Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e São Paulo já contam com esse controle.

Por Alan Dias

 

 

Comentários estão fechados.