Conhecidos os vencedores do Festival de Teatro Âmbito Estadual

O município de Erechim viveu durante oito dias as emoções encenadas no palco do Centro Cultural 25 de Julho, com a realização do Festival de Teatro de Erechim, Âmbito Estadual, numa realização da Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo em parceria com o Instituto Estadual de Artes Cênicas.

Concorreram 20 peças divididas nas categorias adulto e infantil que contou com a participação de grupos teatrais do Estado, Santa Catarina e Argentina. As peças que estiveram em Erechim foram selecionadas nas etapas regionais.

Entre os avaliadores presentes, Adriane Mottola, Alexandre Vargas, Viviane Juguero, Camilo de Lélis, Néstor Monasterio e Jessé Oliveira.

Resultado das premiações:

Premiação na categoria teatro infantil
Melhor maquiagem: Jadson Silva (Dom Quixote)

Melhor trilha musical: Cia Era uma Vez (Lua de renda)

Melhor cenografia: Marlon Brito e Marcelo Barreto (Lua de renda)

Melhor figurino: Marlon de Brito (Lua de renda)

Não houve premiação na categoria iluminação

Melhor ator coadjuvante: Marcelo Barreto (Lua de renda)

  • Melhor atriz coadjuvante: Ludmila Maioli (Lua de renda)
  • Melhor ator: Jadson Silva (Dom Quixote)
Melhor atriz: Gabriele Tarouco (Lua de renda)
  • Melhor texto original: Marlon Brito (Lua de renda)
    • Melhor direção: Marlon Brito (Lua de Renda)
  • Prêmio especial do júri:
    • A A comissão avaliadora decidiu, por unanimidade, conceder o prêmio especial do júri ao espetáculo VIDA SECA, da Cia Etcetera I Tal Manipuladora de Formas
    • Melhor espetáculo: Lua de renda
    • Premiação na categoria teatro adulto
Melhor maquiagem/caracterização: Fernanda Hirt (O ferreiro e a morte)

Melhor trilha musical: Joana Orth (Filhas do sal)

  • Melhor cenografia: Jardel Rocha (Filhas do sal)

Melhor figurino: Dirce Orth (Filhas do sal)

Melhor iluminação: Fabiana Santos (Teima filho, teima que dá)

Melhor ator coadjuvante: Will Dias (Os sete gatinhos)

  • Melhor atriz coadjuvante: Mirta Buseghin (Una de culpas)
  • Indicados para melhor ator: Julio Cesar Aranda (Os sete gatinhos)
    • Melhor atriz: Edelweiss Ramos (OLGA)
  • Melhor texto original: Pedro Bertoldi (Filhas do sal)
    • Melhor direção: Hernan Sfiligoy (Una de culpas)
  • Prêmio especial do júri:

A Comissão avaliadora dos espetáculos adultos decidiu, por unanimidade, conceder o prêmio especial do júri ao GRUPO TEATRAL SINCRÔNICOS de Erechim como estimulo a continuidade e aprofundamento do trabalho teatral.

Melhor espetáculo: Una de Culpas do Estúdio Teatro de Corrientes / Argentina

Para o secretário de Cultura, Esporte e Meio Ambiente, Leandro Basso, a fase estadual proporcionou a população local e regional que esteve assistindo as peças no 25 de Julho, a grande oportunidade de viver momentos mágicos de arte e cultura através da encenação de peças que trataram os mais diversos temas nas categorias adulto e infantil.

“Importante destacar que novamente estamos no roteiro cultural do Estado nas artes cênicas, nos colocando mais uma vez como grande palco de espetáculos que emocionam, alegram e nos fazem refletir sobre a vida o cotidiano e a fantasia. Erechim está de parabéns”.

Comentários estão fechados.