Sessão Solene outorga Título de Cidadão Erechinense a Orélio Antônio Pezzin

132

 

“Para apenas nos lembrar de alguém, basta sabermos o seu nome, mas para que possamos lhe prestar uma homenagem é necessário que divulguemos os seus feitos, seja para o bem de sua família e amigos, mas principalmente para a sua comunidade. Uma forma de agradecimento pelos seus feitos, marcas deixadas e, acima de tudo, pelos resultados de suas ações”, citou o orador ao iniciar os trabalhos da noite de homenagem.

André ressalta que o dicionário nos define cidadão como um indivíduo que, por ser membro de um Estado, tem seus direitos civis e políticos garantidos, tendo que respeitar os deveres que lhe são conferidos ou apenas pessoa que habita uma cidade.

“Porém, ser cidadão, meus senhores e senhoras, vai além do simples conceito. Na prática, ser cidadão é amar o lugar onde vive, é participar de forma atuante na sociedade, lutar pelo crescimento e desenvolvimento, participar ativamente de forma solidária do desenvolvimento de todos que estão à sua volta.  Existem pessoas que são expoentes no meio em que vivem, merecedoras de reconhecimento, assim é o nosso amigo e homenageado desta noite Orélio Pezzin”.

“E é com o coração cheio de alegria que tenho a oportunidade de entregar pela primeira vez em meu mandato o Titulo de Cidadão Erechinense. Título esse que é uma das mais importantes honrarias conferidas pelo Poder Legislativo a um cidadão que tenha se destacado pela sua atuação, conduta, trabalho e que tenha adotado esta terra como sua”.

Orélio Antonio Pezzin nasceu em 7 de abril de 1929, em Veranópolis.  Filho de Hermínio Victor Pezzin e Angelina Collet Pezzin é o terceiro dos 10 filhos do casal de italianos, filhos de imigrantes italianos.

“Sem dúvida nenhuma, aqueles foram tempos de dificuldades, de trabalho na roça, escassez de recursos, longas distâncias para os filhos irem à escola, mas com muita união e amor na família, seus pais conseguiram construir uma base sólida  e deixar para seus filhos a melhor herança: retidão de caráter, dignidade e honestidade. Aos poucos, os filhos tomaram seus rumos na vida o jovem sonhador Orélio mudou-se com a família para Paulo Bento. Pensando sempre  em progredir e construir um futuro melhor, exerceu suas atividades como sapateiro até 1956”.

Nesta cidade enamorou-se de uma linda jovem de Paulo Bento, princesa da Festa Nacional do Trigo, a jovem Therezinha Maria Rubbo. E em 04 de fevereiro de 1956 casou-se na Igreja Sagrado Coração de Jesus, celebrada pelo Padre Lázaro Rubbo e a festa realizada nas dependências da casa de Mafalda Basso, em Erechim.

“Depois de muitas viagens à Erechim em busca de um local pra morar e iniciar seus negócios, mudaram-se para aqui começar uma nova vida, objetivando alcançar seu sonho de ser um industrialista. Quando se instalaram nesta cidade, na av. Santo Dal Bosco, a princípio, abriu um negócio de  fabricação  de pregos  e tempos depois mudou de negócio e estabeleceu-se com uma pequena indústria  de balas e café, com muitas dificuldades financeiras”.

Graças a ajuda de novos amigos como Nelson Caetano e o Oscar Dutra e familiares, seus vizinhos, o negócio começou a prosperar. Fabricava os produtos de maneira quase artesanal, embalava e fazia a praça, vendendo-os não só na pequena Erechim, mas também em pequenos municípios de Santa Catarina e Paraná. Sua esposa, muito jovem e com filhos pequenos, criados entre as balas, foi uma parceira indispensável e muito colaborou com sua  astúcia, coragem  e inteligência para o crescimento da empresa. Empreendedores.

Fundou então, a fábrica de balas e de café, trazendo para morar  com sua família e ajudar no trabalho, seus irmãos Rovílio, Alduino, Adelino e posteriormente seus  pais, Hermínio e Angelina para morar em Erechim. É sócio fundador da Peccin balas S.A. A indústria crescia cada vez mais e hoje em dia está instalada na rua Dr. Sidney guerra, numa ampla e moderna fábrica, destaque na economia de Erechim e do Estado.

Primou suas atividades sempre através do trabalho honesto honrando seus compromissos  e dignificando sua vida.  Ao longo destes anos, exerceu diversas funções em entidades da cidade contribuindo e exercendo seu papel de cidadão consciente:

1962 a 1966 – presidente do Clube Aimoré Futebol Clube; 1965 a 1975 – diretor do Ypiranga Futebol Clube; 1968 – fundador do Lions Clube Erechim Cinquentenário; 1989 a 1990 – presidente do Lions C. E. Cinquentenário; 1968 a 1977 – membro da diretoria da Paróquia São José até a inauguração da Catedral São José; 1968 a 1982 – vereador por 3 mandatos consecutivos.

Década de 1970 – presidente do América Futebol de Salão (meca); 1996 a 1999 – diretor do departamento de bocha do C.E.R.Atlântico; 2002 a 2005 – Presidente do Clube do Comércio; 2007 –conselheiro da empresa Peccin s.a.;Presidente do conselho do Clube Caixeiral e Coroas; Membro da diretoria do Asilo Jacinto Godoy, desde 1995

Diretor social do Clube do Comércio; 2008 a 2010 – Presidente do Clube do Comércio

         Atualmente exerce as funções de Conselheiro da Peccin s.a.; Presidente do Conselho Deliberativo do Clube Caixeral Coroas; Conselheiro Consultivo do Clube do Comércio; Membro do Lions Clube Erechim Cinquentenário.

Tem quatro filhos: Deunice Clairê Pezzin Fiebig, casada com Gilmar Fiebig e tem 2 filhos: Gilmar Fiebig Filho, casado com Sabrina Giacomazzi Fiebig e Letícia Pezzin Fiebig, casada com Gabriel Boff que tem a bisneta Clara Fiebig Boff ;Dirceu Gilmar Pezzin, casado com Deise Sgarabotto Pezzin e tem 2 filhas: Luíse Sgarabotto Pezzin e Camile Sgarabotto Pezzin; Gilberto Luis Pezzin, casado com Marcia  Skszypa Pezzin e tem 2 filhas: Betina Pezzin e Fabiana Pezzin e Márcia Teresinha Pezzin.

“Todo o cidadão é digno do nosso respeito e admiração, numa cidade que é construída por pessoas, mas o mais importante do que a cidade é o cidadão que dela faz parte. Desta forma Orélio, que esta noite seja de glórias e de lembranças inesquecíveis para toda a sua família, mas mais ainda para você, pois passa, a partir deste momento a se tornar o mais novo Cidadão Erechinense. Que seus feitos sejam copiados e preservados pelos filhos, netos e bisnetos para que num futuro próximo, possam dar continuidade de suas boas ações para a com comunidade de nossa amada Erechim”, finaliza.

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.