Homem esfaqueado em Canela é transferido para cirurgia em Erechim

Motivo seria falta de leito em Porto Alegre, local mais apropriado para tratar ferimentos dessa gravidade

Um homem de 42 anos, ferido com diversas facadas em Canela/RS, no sábado, 01 de setembro, foi transferido no mesmo dia a Erechim, para ser submetido a uma cirurgia no tórax. As informações são do site GaúchaZH e conforme a reportagem, o motivo da remoção seria a falta de leito em Porto Alegre, o local mais apropriado para tratar ferimentos dessa gravidade. O estado de saúde de Alex seria considerado grave, relataram familiares à reportagem do jornal da capital.

Alex Kullmann dos Santos foi ferido no pátio da casa dos avós. Há cerca de três quadras do local, na via pública, a Brigada Militar encontrou o corpo de uma prima dele, a estudante Stéfane dos Santos Gomes, de 21 anos. Ela foi assassinada com pelo menos 17 facadas no tronco, pescoço e braços.

O suspeito dos crimes seria o ex-noivo de Stéfane, que fugiu do local logo após atacar os primos. Ainda de acordo com relatos de familiares à reportagem do GaúchaZH, a estudante estava separada há cerca de uma semana do companheiro e tinha ido morar com os avós

Conforme o delegado Vladimir Medeiros, da Delegacia de Polícia Civil de Canela, o suspeito, de 29 anos, já esteve preso por agressões a ex-mulheres (Lei Maria da Penha) e têm outros antecedentes policiais por violência, como brigas na rua e lesões corporais contra desafetos. Os policiais não encontraram registro de queixas de Stéfane contra o homem.

O corpo da estudante foi sepultado às 9h deste domingo, no Cemitério Municipal de Canela.

Com informações de gauchazh.clicrbs.com.br

Comentários estão fechados.