Sicredi apoia iniciativas de combate à Covid-19

Recursos doados têm a participação dos associados e serão utilizados no fortalecimento das redes de assistência que enfrentam a pandemia do novo coronavírus no Rio Grande do Sul

Fomentar o desenvolvimento local por meio da união de esforços é, há mais de 117 anos, um dos principais objetivos do Sicredi. Na cidade e no campo, a instituição financeira cooperativa reconhece a importância da solidariedade, que é um dos valores do cooperativismo. Nesse sentido, desde o início da pandemia do novo coronavírus, os associados do Sicredi destinaram R$ 12,4 milhões a diferentes ações de redes de saúde e de entidades públicas e privadas que estão à frente no combate da Covid-19 no Rio Grande do Sul. Desse total, R$ 9,8 milhões são provenientes do Fundo Social e R$ 2,6 milhões procedentes de recursos próprios das cooperativas.

“Partindo do princípio de que juntos podemos transformar as comunidades, os valores difundidos pelo cooperativismo se mostram ainda mais necessários em momentos desafiadores como o que estamos enfrentando. O modelo de participação e de atuação no Sicredi permite que os associados decidam o destino dos resultados de sua cooperativa e entre essas destinações está o apoio a diferentes projetos locais, como é o caso das ações de combate ao novo coronavírus. São pessoas que decidem ajudar outras pessoas em um exercício de cidadania e de desenvolvimento de uma consciência coletiva para o bem de todos. As Cooperativas incentivam, ainda, outras ações nas regiões onde atuam, além das iniciativas apoiadas pelo Fundo Social,” explica o vice-presidente da Central Sicredi Sul/Sudeste, Márcio Port.

Sicredi UniEstados

Na área de atuação da Sicredi UniEstados, no norte gaúcho, que contempla 24 municípios, a cooperativa doou, através do seu Fundo Social, mais de R$ 200 mil para entidades e órgãos de saúde, em prol dos seus associados e comunidades, no combate aos efeitos da Covid-19.

Os valores foram utilizados para aquisição de equipamentos de proteção individual (EPIs), respiradores, monitores cardíacos, uniformes cirúrgicos para profissionais da saúde; máscaras, álcool em gel, termômetro infravermelho para verificação de temperatura, alimentos e materiais de higiene para famílias carentes, além de um valor para adaptação de veículo em uma ambulância.

Para o Presidente da Sicredi UniEstados, Adelar Parmeggiani, é imprescindível estarmos próximos dos nossos associados neste momento e acreditamos que com essas doações, contribuímos no combate à pandemia, permanecendo com nosso compromisso de procurar atender as necessidades das pessoas. Há 39 anos, contribuímos com o desenvolvimento de nossa região, e neste momento, nossa responsabilidade é estar juntos pela saúde, finaliza Parmeggiani.

Fundo Social

Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento das comunidades e difundir os valores de cooperação e de cidadania e apoiar projetos sociais, em muitas cooperativas do Sicredi, os associados aprovam anualmente, nas assembleias, o Fundo Social — formado pela destinação de uma parte dos resultados para apoiar projetos promovidos por entidades sem fins lucrativos, que visam a transformação social por meio de ações relacionadas à educação, cultura, esporte, saúde, meio ambiente, segurança e inclusão social. “Definir coletivamente os projetos que serão beneficiados também marca dois dos princípios do cooperativismo que são a gestão democrática e o interesse pela comunidade. Nos últimos 3 anos cerca de R$ 39 milhões foram destinados para inúmeros projetos no RS”, destaca o vice-presidente da Central Sicredi Sul/Sudeste, Márcio Port.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais