Deputado Paparico acredita em novo edital do Banrisul para patrocínio de músicos

Líder da bancada do Partido Liberal sugere que representantes da classe participem da elaboração dos novos critérios de seleção

O deputado Paparico Bacchi (PL), propõe que representantes da classe artística participem da elaboração do novo edital do Banrisul para patrocínio de apresentações virtuais. Em documento encaminhado ao presidente Claudio Coutinho Mendes, o líder da bancada do Partido Liberal na Assembleia Legislativa, afirma que é preciso estabelecer critérios de igualdade na seleção dos músicos que irão receber o apoio financeiro da instituição financeira que tem o Estado como maior acionista.

O edital número 001/20 foi lançado na semana passada e chegou a ser bem recebido. Porém, logo sofreu críticas de grupos musicais e artistas individuais, devido ao critério de escolha das propostas que tinha como base o número de seguidores em redes sociais. O valor de R$ 3,5 mil que seria destinado para cada live patrocinada, também desagradou os artistas.

“A iniciativa do Banrisul em oferecer o patrocínio é louvável e merece aplausos, mas é preciso criar mecanismos que ampliem o acesso aos recursos de publicidade disponibilizados. A classe artística é formada por empreendedores individuais e empresas que geram emprego e renda e precisam de apoio para superar os desafios impostos pela pandemia”, ressalta Paparico Bacchi.

O posicionamento do deputado tem o apoio do Sindicato dos Compositores Musicais do Rio Grande do Sul.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais