Nossa logística piorou muito nas últimas décadas

Que falta faz a rede ferroviária

Talvez o maior erro do governo Fernando Henrique Cardoso foi a privatização da rede ferroviária brasileira. Em todas as greves dos caminhoneiros vem à tona o assunto, se o Brasil tivesse uma rede ferroviária como a maioria dos países desenvolvidos, não sofreria um desabastecimento muito grande em vários produtos, como aconteceu nesta greve; Se houvesse uma rede ferroviária em boas condições, entre Erechim e Passo Fundo, muitos produtos poderiam chegar a nossa cidade.

Não sou contra a greve dos caminhoneiros, bem pelo contrário, recebeu nosso apoio, até porque tenho membros da minha família que trabalham com caminhão e sei das dificuldades que passam. Já tive um caminhão no passado, mas isso foi nas boas épocas.

Nossa logística piorou muito nos últimas décadas

Por incrível que pareça, nas últimas décadas a logística para transporte de mercadorias e passageiros em nossa cidade só vem piorando ao invés de melhorar, como acontece na maioria das cidades brasileiras. Nas décadas de 60 e 70, Erechim tinha trem de carga e de passageiro, linhas aéreas de carga e passageiros, e hoje não temos mais nenhum destes serviços. Sem contar que, praticamente, temos os mesmos acessos asfálticos, com exceção da 480, que vai a Chapecó.

Continuamos sem ligação asfáltica com a região nordeste e com a região de Sarandi e Ronda Alta. Daquela época até hoje, poucos municípios da região Alto Uruguai tiveram ligação asfáltica, com exceção de Áurea, Aratiba, São Valentim e Erval Grande.

Por Egidio Lazzarotto

 

Comentários estão fechados.