As redes sociais não perdoam os políticos

A cada dia que passa, as redes sociais estão mais presentes em nosso cotidiano. Cada frase mal colocada ou de interpretação dúbia, pode arranhar a figura de qualquer homem público. As redes sociais estão cada vez mais imperdoáveis. O governo Schmidt, alvo da vez por ser situação, tem seus vídeos da época de campanha sendo publicados corriqueiramente. É bom que a classe política saiba lidar com este novo momento de cobranças públicas e sem piedade. O tempo da “memória curta” das pessoas já se foi, afinal, a memória virtual está sempre presente para não deixá-las esquecer.

Por Fabio Lazzarotto

Comentários estão fechados.