Vereadora questiona atraso e paralisação das obras de reforma da Praça Daltro Filho

Na última segunda-feira (30), a vereadora Sandra Picoli (PCdoB) acompanhou o andamento das obras de reforma da Praça Daltro Filho, após ser informada extraoficialmente de que a mesma estaria paralisada já há algumas semanas. De acordo com a parlamentar, teria havido um impasse entre a empresa que venceu a licitação para realizar a ornamentação do local e outra empresa concorrente. Na ocasião, Sandra constatou que, de fato, o trabalho não estava sendo executado, sendo possível observar inclusive alguns sinais de abandono.

 

O fato de a reforma ter sido orçada em R$ 1 milhão e 150 mil torna a situação ainda mais preocupante, daí a necessidade de, segundo a vereadora, providências serem tomadas para que a obra seja retomada o quanto antes – a previsão inicial de conclusão era estimada para dezembro de 2019. “Por se tratar de um impasse judicial entre as empresas, sabemos que a Prefeitura nada pode fazer enquanto não houver uma definição, mas vamos analisar de que forma essa situação pode ser resolvida com maior agilidade”, afirma Sandra, ressaltando que encaminhará ao Ministério Público um ofício solicitando informações sobre o assunto em questão.

 

Embora considere elevado o investimento na reforma da praça, a vereadora reconhece que o projeto, quando concluído, terá muitos atrativos para a população erechinense. “Vai ficar um lugar muito legal, já há até mesmo brinquedos para cadeirantes, algo pelo qual lutamos desde o início do mandato”, destaca, ponderando que, em sua visita ao local, não observou qualquer sinal de instalação de piso tátil para cegos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais