A polêmica, mas necessária reformulação da Feira do Produtor

1.986

Há algumas semanas estive visitando o secretário da Agricultura de Erechim, Leandro Basso, que me apresentou o projeto de reformulação da feira do produtor. Estimada em aproximadamente R$ 500 mil, as mudanças deverão contemplar a infraestrutura da feira, bem como, mudanças na gestão do espaço que deverá ser aberto para novos feirantes.

Apesar de sofrer algumas resistências inicias, Basso destacou que os feirantes estão entendendo que as mudanças são necessárias e tem como objetivo, melhorar a comercialização dos produtos. Além de facilitar a acessibilidade para as pessoas, a reforma inclui a construção de novos banheiros, vestiários e até uma praça de alimentação, onde os consumidores poderão desfrutar de uma variedade de produtos.

A mudança, em tese, mais polêmica é a abertura da feira para novos feirantes. Segundo o secretário o intuito é que o funcionamento seja de terça-feira a sábado, sendo destinados um ou dois dias para agricultores que hoje expõe sua produção nas feiras dos bairros. Basso também comentou que há uma lista de espera dos interessados, mas não estimou a data de início das obras.

Por Fabio Lazzarotto/ JBV Online

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.