Governo federal prorroga auxílio emergencial por quatro meses com valor de R$ 300

Jair Bolsonaro comunicou a continuidade do benefício em razão da pandemia do novo coronavírus

O presidente Jair Bolsonaro, na companhia de lideranças do governo e do ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou, na manhã desta terça-feira, a extensão do auxílo emergencial por mais quatro meses, mas com um valor de R$ 300.

O pronunciamento foi feito após uma reunião do governo. O primeiro a falar foi o presidente, que destacou ser muito pesado para a economia brasileira a continuidade do auxílio no valor de R$ 600. “Decidimos então prorrogar até o final do ano o auxílio emergencial. O valor de R$ 600 é muito para quem paga e podemos dizer que já não é uma quantia suficiente, mas basicamente atende às necessidades. Agora, nós decidimos fixá-lo (o valor do auxílio) em R$ 300”, resumiu.

O ministro Paulo Guedes também comentou a extensão do benefício. “Tivemos uma reunião excelente e agora vamos estender a camada de proteção durante a pandemia. Concordamos em fazê-lo por mais quatro meses. É preciso lembrar também que a reforma administrativa é importante também, porque pode não mudar para quem já está atuando, mas irá redefinir a trajetória do serviço público. É fundamental dizer isso porque estamos de olho não só no presente, mas também no futuro, com a implementação de reformas”, disse. 

Fonte: Correio do Povo 

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais