Rua João Massignan lidera o topo da lista dos lugares mais barulhentos

Entre controvérsias e favorecimentos sobre a “diversão” em Erechim, o Jornal Boa Vista continua recebendo as mais diferentes denúncias de perturbação do sossego. Após a veiculação da matéria sobre os ‘exageros’ que ocorrem na Rua Argentina nesta coluna, um turbilhão de novas informações me foram apresentadas. Dentre elas, foi possível constatar que a Rua João Massignan lidera o topo da lista dos lugares mais barulhentos da cidade aos finais de semana. A via abriga duas boates e conforme relatos, o som dos estabelecimentos não atrapalha o sono, mas sim, o que acontece em torno dos espaços.

Frequentes rachas

Os ‘famosos’ e frequentes rachas estão entre as principais perturbações. “As disputas acontecem até o dia raiar, ficamos esperando o estrondo, a pancada, o barulho é estremecedor”, disse um morador. Tudo inicia por volta das 23h, quando o pessoal começa chegar até as proximidades das boates e se estabelecer. “Eles chegam abrem as cadeiras, o porta-malas do carro para ouvir som e então a rua vira um caos. Brigas, garrafadas, discussões de casais, gritos, enfim, acontece de tudo um pouco”, relatou.

Excessos antes e pós festa

Além da Rua João Massignan, uma terceira boate foi inaugurada há pouco tempo na Rua Bortolo Balvedi. Os estabelecimentos conforme os moradores não tiram o sono de ninguém, segue as normas de isolamento acústico. Contudo os excessos antes e pós festa já fizeram muitas pessoas deixarem suas moradias, outras já elaboraram ofício e encaminharam para a prefeitura, acionaram a Brigada Militar diversas vezes, registraram boletins de ocorrência e recorreram ao Ministério Público.

Por Carla Emanuele 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais