Cadê os R$ 2 milhões do pronto socorro do Santa Terezinha?

Os R$ 2,5 milhões para o novo pronto socorro da Fundação Hospitalar Santa Terezinha (FHSTE), que era garantido por alguns deputados e um senador gaúcho, permanece na promessa. Nesta quinta-feira (1), durante o programa Estúdio Boa Vista comentamos sobre a temática e imediatamente o prefeito se manifestou por meio de mensagem. “Não acredito até ver os recursos na conta. Promessas, em função delas, cobranças e como consequência, frustrações. Resisto em acreditar. Não podemos continuar mantendo dezenas de servidores cedidos gratuitamente ao Estado, que precisa reconhecer que o município tem razão. Somos referência para 115 municípios e na hora de cobrir o déficit quem é que paga a conta?”, questionou o prefeito.

Já o diretor da FHSTE, Hélio Bianchi, relatou: “Acabo de receber um ofício do Ministério da Saúde, mas ainda não repassei ao prefeito. Disseram que não tem dinheiro para a execução da obra e sugeriram buscarmos uma emenda parlamentar”.

Como se vê, mais uma vez Erechim está ficando sem recursos federais devido à ausência de um Deputado Federal.

Por Egidio Lazzarotto

Comentários estão fechados.