Cadê os R$ 2 milhões do pronto socorro do Santa Terezinha?

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Os R$ 2,5 milhões para o novo pronto socorro da Fundação Hospitalar Santa Terezinha (FHSTE), que era garantido por alguns deputados e um senador gaúcho, permanece na promessa. Nesta quinta-feira (1), durante o programa Estúdio Boa Vista comentamos sobre a temática e imediatamente o prefeito se manifestou por meio de mensagem. “Não acredito até ver os recursos na conta. Promessas, em função delas, cobranças e como consequência, frustrações. Resisto em acreditar. Não podemos continuar mantendo dezenas de servidores cedidos gratuitamente ao Estado, que precisa reconhecer que o município tem razão. Somos referência para 115 municípios e na hora de cobrir o déficit quem é que paga a conta?”, questionou o prefeito.

Já o diretor da FHSTE, Hélio Bianchi, relatou: “Acabo de receber um ofício do Ministério da Saúde, mas ainda não repassei ao prefeito. Disseram que não tem dinheiro para a execução da obra e sugeriram buscarmos uma emenda parlamentar”.

Como se vê, mais uma vez Erechim está ficando sem recursos federais devido à ausência de um Deputado Federal.

Por Egidio Lazzarotto

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais