Defesa Civil e Força Voluntária recebem centenas de ligações e destelhamento é a maior demanda

Na manhã desta quarta-feira (1), o assunto não poderia ser diferente perante o rescaldo que está sendo realizado em Erechim, após o temporal. Em entrevista na Rádio Cultura, o coordenador da Defesa Civil, Josué Rosa Pinto, relatou que receberam 263 ligações durante e após a intensa chuva. Ainda, quatro mil metros de lona foram entregues pela Defesa Civil e Corpo de Bombeiros.

O trabalho para atender todas as demandas, especialmente numa das regiões mais atingidas, RS 135 e Transbrasiliana, se estendeu até as 21h. Ainda, alertou para possibilidade de temporal para essa quarta e quinta-feira. “Estamos em alerta. As pessoas precisam acelerar os trabalhos, se chover intensamente as lonas não irão aguentar, é preciso cobrir as residências. O temporal causou destelhamento nos mais diferentes bairros da cidade, deixando muitos estragos”, enalteceu Pinto.

Já o presidente da Força Voluntária do Alto Uruguai, Adir Antônio de Lima, informou que os trabalhos foram retomados logo nas primeiras horas desta manhã. “Ontem realizamos o atendimento das urgências com 15 voluntários, juntamente coma Defesa Civil. Hoje, seguimos com o rescaldo, retirada de árvores, casas destelhadas e tantas outras demandas”, explicou.

Por Carla Emanuele 

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais