Santa Terezinha poderá diminuir mais de 250 atendimentos mês

Na tarde de sábado (29) e na manhã desta segunda-feira (1), durante entrevista ao Estúdio Boa Vista, o diretor da Fundação Hospitalar Santa Terezinha, Hélio Bianchi, confirmou uma notícia preocupante para a saúde da região Norte do Estado, se o governo não sinalizar um bom aumento nos valores a serem repassados a casa de saúde.

“Se na audiência que acontecerá nesta terça-feira, dia 2, o Estado não sinalizar um bom ajuste do nosso contrato, conforme protocolamos na última audiência, dia nove de maio, vamos suspender o atendimento eletivo. O mesmo contempla tudo que não for urgência e emergência, principalmente cirurgias, mais de 250 atendimentos mês. Também estamos estudando redução de atendimentos em outros serviços que atendemos acima do teto contratual, como exames laboratoriais, raio x, tomografias, entre outros”, disse Hélio Bianchi.

Quando questionado se a redução também se dará para a população de Erechim, ele foi taxativo: “Sim, não há separação por municípios, o contrato é global. Ainda não temos um percentual de diminuição, será preciso um estudo, mas deve ultrapassar mais de meio milhão de reais mês”, finalizou.

Por A Redação 

Comentários estão fechados.