Jogo de seis pontos: Ypiranga recebe o Volta Redonda neste domingo

A Série C do Campeonato Brasileiro chegou a um momento tão importante, que a cada nova rodada as partidas tomam ares de decisão, seja na luta pelo G4 ou na fuga do rebaixamento. Infelizmente, a luta contra o rebaixamento é a nossa decisão momentânea na competição nacional. A derrota na última rodada para o Operário foi tão natural e previsível como será boa parte dos jogos do Canarinho fora de casa. O ufanismo de outrora dá lugar a preocupação, com incerteza sobre o futuro do Ypiranga nesta reta final de Série C.

Neste domingo, 01 de julho, às 15h30min, o Canarinho recebe o Volta Redonda, no Colosso da Lagoa, pela terceira rodada do returno da Série C. Um jogo que pode ser denominado como a primeira de outras tantas decisões que o time de Márcio Nunes terá pela frente até o final da primeira fase. Hoje, a equipe verde-amarela está com 3 pontos de vantagem sobre a primeira equipe na zona de rebaixamento, o Joinville. Para o adversário deste final de semana, são 4 pontos de vantagem. Uma vitória sobre o Volta Redonda, culminada com uma derrota do JEC para o Bragantino, poderá fazer com que o Canarinho abra 6 pontos da zona de rebaixamento.

Enfim, um centroavante 

O Ypiranga parece enfim ter encontrado um centroavante de referência no mercado. Hélio Paraíba marcou o seu segundo gol, contra o Operário, em dois jogos disputados. Quando se fala que não existem mais centroavantes no mercado brasileiro, é mentira. O que existe é uma falta de conhecimento sobre o mercado da bola, por parte significativa de dirigentes e executivos de futebol. O problema do futebol gaúcho é que tudo se resume a meia dúzia de centroavantes e é preciso sair da zona de conforto, vasculhar o mercado, que possui bons jogadores. Parabéns ao gerente executivo do Ypiranga, Renan Mobarack, que foi buscar uma alternativa boa, barata e que resolve uma carência do time.

Por Fabio Lazzarotto

Comentários estão fechados.