Bandidagem conseguiu abastecer

Logo no início da greve dos caminhoneiros, temendo ficar sem gasolina, grande parte da população regional formou enormes filas em frente aos postos de combustível para encher o tanque do carro, e pela movimentação policial durante a paralisação, a bandidagem também não dormiu no ponto e garantiu o abastecimento.

Durante estes dias, nem sempre as informações policiais chegaram à imprensa, mas mesmo assim, diversas ocorrências chegaram ao conhecimento dos órgãos de imprensa, principalmente durante o final de semana. Na sexta-feira (25) indivíduos tentaram arrombar a agência do Banrisul em Gaurama. Foram flagrados pela polícia e fugiram em um Fiesta pelo interior do município. No sábado (26), um homem foi morto a tiros no interior de sua casa, no bairro Petit Village, em Erechim. O crime ocorreu ainda na madrugada e os autores fugiram em um veículo não identificado, logo em seguida.

Ao longo dos dias também houve registro de um estupro, uma tentativa de arrombamento e uma tentativa de aplicar o conto do bilhete. Em todas as ocorrências os criminosos deixaram os locais de carro.

Houve até quem “ostentasse”. Um condutor que conseguiu pagar pela gasolina e ainda por bebida alcoólica, foi preso após colidir o carro que conduzia contra um poste de iluminação Rua Demétrio Arpini.

E os infratores que não conseguiram abastecer ou não possuíam veículos, talvez por ainda não terem idade para tirar a habilitação, também não se omitiram e nem ficaram sem dirigir. Foram pelo menos quatro furtos de veículos registrados e em pelo menos duas situações, os carros acabaram parcialmente “depenados”.

Mas a polícia também tinha combustível, e aqui vale ressaltar mais uma vez as parcerias que fortalecem a segurança pública no Alto Uruguai. No começo do desabastecimento nos postos, conversei com o capitão Couto, da Brigada Militar, que me informou, o comando do 13º BPM havia conversado com os postos fornecedores e estes guardariam uma reserva para viaturas dos órgãos de segurança. E na segunda semana de greve, quando poderia começar faltar o combustível para as forças de segurança regional, a Defesa Civil do Município entrou com pedido emergencial solicitando gasolina e diesel, e os mesmos chegaram escoltados a Erechim.

Se os bandidos achavam que por causa da paralisação teriam vida fácil, se enganaram. Os suspeitos do estupro e da tentativa de arrombamento foram presos logo após os crimes. Vários mandados de prisão foram cumpridos, um indivíduo que tentou arremessar maconha para o interior do presídio foi detido e terminou ele dentro da penitenciária, um homem apontado como autor de diversos roubos e estupros foi preso, assim, mais uma vez aqui na região, na disputa Polícia X Crime, venceu o primeiro.

Por  Alan Dias

Comentários estão fechados.