Nesta terça-feira é o aniversário de 100 Anos da Associação Comercial, Cultural e Industrial de Erechim

Comemorações iniciam com Sessão Solene na Câmara de Vereadores e Missa na Catedral São José. Jantar festivo será realizado no dia 26 de abril

Com a maturidade de anciã, mas com a força e dinamismo de uma jovem, a Associação Comercial, Cultural e Industrial de Erechim comemora, neste dia 2 de abril, 100 anos de história. A ACCIE surgiu do fruto de um sonho ambicioso de se ter na sociedade erechinense uma entidade capaz de representar os interesses econômicos, sociais e políticos de comerciantes e industriais do início do Século XX. O surgimento da ACCIE está fortemente identificado com o desenvolvimento do município, pois a Entidade nasceu apenas um ano depois da emancipação político administrativa de Erechim.

Ao longo destas dez décadas, sempre cumpriu com sua missão de representar, integrar e fortalecer a classe empresarial para o desenvolvimento socioeconômico de Erechim e Região.” A Entidade também atua na defesa dos interesses dos associados, além de realizar atividades complementares, relacionadas à promoção de feiras, eventos e prestação de serviços aos associados e comunidade.

A ACCIE possui atualmente, em seu quadro de associados, mais de 200 empresas dos diferentes setores da indústria, comércio, prestação de serviços e agropecuária

AS FRINAPES

Uma das suas grandes realizações é a Frinape, a Feira Regional, Industrial e Agropecuária de Erechim, a maior mostra empresarial e cultural do Norte e Nordeste do RS. É um evento multissetorial que reúne indústria, comércio, serviços, agronegócio, tecnologia, ciência, inovação, gastronomia, diversão, arte e cultura. Desde a sua primeira edição, em 1966, ano em que foi comprado o terreno para o Parque de Exposições, a Feira tem sido realizada com a participação da comunidade regional, que busca, a cada nova edição, maior valorização e divulgação de seus potenciais, além de alavancar não só negócios, mas, principalmente, motivação para o desenvolvimento regional.

O Polo de Cultura, também é uma marca na história da Entidade e de Erechim. O prédio pode ser considerado uma das maiores construções do Estado na área da cultura. Tombado como patrimônio histórico-cultural do Rio Grande do Sul ostenta uma estrutura invejável junto ao Parque da ACCIE.

VALORES

Os 100 anos de história da ACCIE são marcados pela valorização do empresário, seu principal foco e um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento socioeconômico de Erechim; pela ética, pois a ACCIE entende que uma entidade representativa deve se alicerçar na transparência e na justiça em todas as suas relações; pelo empreendedorismo, através de ações e atividades que fortaleçam e incentivem a atividade empreendedora; pela inovação, para garantir competitividade; é pela integração de seus associados que reside a força da classe empresarial; pela sustentabilidade, pois a entidade é comprometida com o futuro das novas gerações e pauta suas ações respeitando os limites ambientais e sociais, agindo na orientação e conscientização das atividades empresariais responsáveis; pela liberdade de expressão, respeitando a diversidade, a liberdade de todas as formas, incentivando a participação e se opondo a qualquer tipo de segregação; e comunicação, porque valoriza seu associado e crê que na comunicação reside uma das principais estratégias de transparência na gestão e comprometimento dos empresários.

Atualmente, está na presidência do Conselho Deliberativo o empresário Claudionor José Mores, e na presidência executiva da Entidade o empresário Fábio Vendruscolo. Em sua

opinião, a ACCIE tem cumprido com seus objetivos sociais, construindo uma trajetória alicerçada no trabalho e na integral dedicação às causas do desenvolvimento, crescimento e defesa de seus associados, promoção das empresas, empreendedores, do emprego e renda e das demais instituições socioeconômicas e culturais de Erechim e região. “Completar 100 anos, com tamanha credibilidade, só faz engrandecer sua história, seus associados, conselheiros, parceiros e diretorias anteriores, que conduziram esta marca ao longo destes anos”, ressalta Fábio.

Aos atuais conselheiros e diretoria fica o “compromisso de ser referência em liderança empresarial, reconhecida pela ampla participação empreendedora e inovadora da entidade e de seus associados no desenvolvimento de Erechim e Região’, afirma Fábio.

A diretoria atual parabeniza a todos os responsáveis pela condução da entidade e associados que se mantêm unidos fortalecendo o associativismo, nestes 100 anos.

PRESIDENTES DA ACCIE

Alberto Roehe – 1919 e 1928

Eurides Castro – 1920

Aquiles Caleffi – 1921 e 1930 a 1931

Cesar Sciulo – 1922 e 1929

Otto Eduardo Müller – 1923 e 1934

Nelsindo de Andrade Hoffmann – 1924 e 1932,1935 a 1939, 1948 a 1951

Amintas Maciel – 1925 e 1927

Aldo Arioli – 1933 e 1946

Victorio Fasolo – 1940 a 1945

Germano Hoffmann – 1947

Mário Corradi – 1952 a 1960

Eolo Antonio Arioli – 1961 a 1962

Romeo Madalozzo – 1963 a 1967

Hermínio Mascherin – 1968 a 1969

Narciso Passuello – 1969 a 1971

Renato Caron – 1971 a 1975

Menno Reuwsaat – 1975 a 1979

Aderico Flávio Massignan – 1979 a 1983

Jandir Antônio Canele – 1983 a 1987

Flavio Claudio Zanardo – 1987 a 1989

Maximino Jacinto Tormen -1989 a 1991

Nilton Miguel Groch – 1991 – 1993

Mauro Gother – 1993 a 1997

Jaci Delazeri – 1997 a 2008

Deoclécio Corradi – 2008 a 2010

Mario Luiz Cavaletti – 2010 a 2012

Claudionor José Mores – 2012 a 2017

Ari Fábio Vendruscolo – 2018 a 2020

FUNDAÇÃO ACCIE: O BRAÇO SOCIAL DA ACCIE

A Fundação ACCIE é uma pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, de desenvolvimento comunitário e de promoção da cultura, educação e assistência social beneficente, com autonomia administrativa, financeira e patrimonial instituída pela associação Comercial, Cultural e Industrial de Erechim – ACCIE, por decisão da assembleia Geral da Associação em 19 de fevereiro de 2001.

Sua estrutura Organizacional é formada pelo Conselho Deliberativo, Diretoria Executiva e Conselho Fiscal, conforme Art. 12 do seu Estatuto Social. Os membros do Conselho e Diretora não recebem remuneração, vantagens ou benefícios em razão de suas competências, funções e ou atividades que lhes sejam atribuídas pela Fundação Accie.

Órgão máximo de decisão da Fundação, o Conselho Deliberativo é constituído por sete membros que elegem a Diretoria Executiva que é formada por quatro membros e o conselho fiscal composto por três membros titulares e três membros suplentes. A Fundação ACCIE tem por objetivo principal desenvolver projetos que possibilitem a melhoria da qualidade de vida, promover a integração entre estudantes e mercado de trabalho através da operacionalização de estágios que atendam os preceitos legais.

Cada estágio agenciado pela Fundação ACCIE gera uma receita para formação de um fundo de investimento e desde 2001 vem investindo em projetos sociais como Criança Feliz, Escola Ativa entre outros. De 2001 a 2007, através do Projeto Criança Feliz: Encontro com a sala de aula, crianças matriculadas em escolas públicas nas cidades de Erechim e Getúlio Vargas na classe especial, pré-escola, primeira, segunda, terceira e quarta séries mediante cadastramento feito pelo responsável e após passar por uma classificação que considerava o índice de carência e a frequência escolar em sala de aula, eram contemplados por uma bolsa auxilio e um kit de material escolar.

A partir de 2008 foi implantado o Projeto Escola Ativa: encontro com a sala de aula. O projeto auxilia projetos desenvolvidos por escolas públicas municipais e estaduais. Atualmente a Fundação contribui em Erechim e região com recursos financeiros para entidades beneficentes e seus projetos culturais, educativos e de assistência social. A Fundação ACCIE, juntamente com o apoio das empresas é uma entidade que tem a missão de contribuir com uma sociedade mais justa arrecadando fundos através da contratação de estagiários.

Comentários estão fechados.