Três regiões em prol do desenvolvimento e a tão sonhada ligação asfáltica

 

 

Após reuniões ao longo da semana, a Associação Comercial, Cultural e Industrial de Erechim (ACCIE) promoveu, na tarde desta sexta-feira, 01 de março, às 15h, mais um encontro com autoridades, lideranças políticas, representantes de entidades empresariais e de classe, para essencialmente falar sobre a ligação asfáltica com os municípios que integram a Associação dos Municípios do Nordeste Rio Grandense (Amunor).

Desta vez, atendendo a uma solicitação do Senador Luis Carlos Heinze, foram entregues ao quatro demandas. Prioritariamente na área de logística e de infraestrutura, entre elas a ERS 483 que liga a nossa região à região da Amzop, ligação asfáltica com os municípios que integram a Amunor através da ERS 126 e a BR 153, importante via para o escoamento da nossa safra agrícola. Outra demanda é a construção de um novo presídio em Erechim, que atende a diversos municípios.

O Jornal Boa Vista acompanhou este importante momento para o desenvolvimento das regiões. Confira alguns depoimentos:

Prefeito de Sananduva e Presidente da Associação dos Municípios do Nordeste Rio Grandense (Amunor), Leomar José Foscarini

“Esse é um momento muito propício para reivindicarmos algo há mais, com passos firmes e fortes e não isolados. Foi feito pouquíssimo ao longo dos anos, por falta de força política e pouca barganha dos empresários. Acho que Erechim perde muito com a não ligação da RS de Charrua a Sananduva. O fluxo todo está direcionado a Passo Fundo, seja universitário, comercial, médico, pelo simples fato de faltar alguns quilômetros de pavimentação. Estamos tão perto e ao mesmo tempo tão longe, vamos puxar esse carretel e nos aproximar”.

  Diretor presidente da Olfar, José Carlos Weschenfelder

“Essa ligação é importantíssima para que a economia trabalhe como um todo. Temos o recebimento de grãos nessa região, em várias unidades e, sentimos a dificuldade do transporte do produto até nossa unidade central. Infelizmente, a maior parte dos grãos dessa região exportamos por problemas de interligação”.

Prefeito de Marcelino Ramos e presidente da AMAU, Juliano Zuanazzi

“Nossa região luta pelos municípios que ainda não tem ligação asfáltica. Tendo um Senador que quer interligar três regiões, Amunor, Alto Uruguai e Amsop, fica mais fácil. Unir a fronteira norte do RS com Santa Catarina, que passa toda a produção para o restante do Brasil é motivo de alegria. É importante também lembrar que na nossa região Alto Uruguai temos 11 municípios que ainda não tem asfalto”.

Na sequências, mais depoimentos sobre essa importante reunião…

Comentários estão fechados.