Habilidade de Schmidt

Leia ainda: Absolvido pelo TSE, Mudou só a foto, Turno único, Discurso e prática e IFRS 

359

O prefeito Luiz Francisco Schmidt tem se mostrado um grande articulador político. A primeira amostra foi no período das convenções dos partidos, onde habilmente deixou o baixo clero dos partidos lançar seus pré-candidatos a prefeito, enquanto construiu sua candidatura com as duas principais figuras da oposição, os ex-prefeitos Elói Zanella e Antônio Dexheimer. A segunda foi na montagem do seu governo. Enquanto alguns partidos tinham a lista pronta dos nomes para indicar, Schmidt escolheu o secretariado com nomes de sua preferência. PP e PDT colocaram as cartas na mesa e cobraram mais espaço, caso contrário, poderiam deixar a base. Schmidt contornou a situação e continua com os dois partidos em suas mãos, sem dar espaço para ambos.

Absolvido pelo TSE

A absolvição do vereador Mário Rossi (PMDB) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pode ser considerada mais uma derrota para o governo Schmidt e Lando. Além do pedido de cassação ter sido realizado pela coligação ‘Erechim 100 anos de nossa história’, da qual faziam parte os partidos que apoiaram os atuais mandatários nas eleições de outubro de 2016, Rossi é considerado pelos governistas uma pedra no sapato. Na atual legislatura o vereador do PMDB, se notabilizou como um dos principais opositores ao governo Schmidt.

Mudou só a foto

Passaram quase dez meses da atual legislatura e alguns vereadores, ainda não disseram qual o seu propósito. Logo depois das eleições, o que mais se ouvia pela cidade era discurso de uma qualificação na Casa do Povo. Confesso que minhas limitações estão me impedindo de ver mudanças na comparação com a legislatura passada. Os vereadores que se notabilizam são poucos. Será que um dia teremos vereadores discutindo assuntos macros ao invés de tapa buraco? Acho que não, afinal, discutir com o poder público os contratos do transporte coletivo, tratamento de água, esgoto, entre outros, não dá voto.

Turno único

O governo municipal está cumprindo uma promessa de campanha ao realizar  consulta popular para saber se os munícipes querem ou não o retorno do turno único no poder público municipal. O principal debate com o Sindicato dos Municipários de Erechim (SIME) está nos vales transportes. Segundo informou uma fonte, caso sejam cortados vales transportes dos funcionários públicos, não está descartada uma paralisação dos servidores. A consulta popular acontece entre os dias 30 de outubro a 3 de novembro. A mesma será realizada através do site oficial da prefeitura www.pmerechim.rs.gov.br.

Discurso e prática

Na última semana algumas lideranças regionais do PMDB estiveram reunidas com o presidente estadual do partido, Alceu Moreira. Na reunião, o mesmo repetiu o discurso de alguns dias, quando passou por Erechim. Moreira reiterou que as lideranças regionais do partido precisam trabalhar em prol de uma candidatura a deputado federal no Alto Uruguai. Além de presidente do PMDB gaúcho, Alceu Moreira, é deputado federal e pré-candidato a reeleição. No Alto Uruguai dois nomes são especulados como possíveis candidatos, Paulo Polis e Rafael Ayub.

IFRS 

Durante entrevista ao programa Estúdio Boa Vista da Rádio Cultura, o diretor do Instituto Federal Rio Grande do Sul (IFRS), Campus Erechim, Eduardo Angonesi Predebon, destacou que “milagrosamente” o campus conseguirá fechar as contas no final do ano. Com relação à previsão orçamentária 2018, Predebon informou que os valores do próximo ano serão os mesmos utilizados em 2011, ou seja, um retrocesso no orçamento. Apesar de um ano cheio de dificuldades, o instituto conseguirá fechar o ano com as finanças em dia.

 

Por Fabio Lazzarotto

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.