Assassino da menina Patrícia condenado a 41 anos de prisão em Erechim

930

O Tribunal do Júri da Comarca de Erechim, condenou o réu Marcos Antônio da Rosa, a 41 anos, 2 meses e 15 dias de reclusão, além de um ano de detenção. Rosa era acusado de no dia 28 de janeiro de 2015, assassinar e estuprar, a menina Patrícia Aparecida Sosin de Oliveira, de 09 anos de idade, no Distrito Capo Erê, interior do município, local onde a criança residia.

Além do homicídio (cinco vezes qualificado) e do estupro, o réu era acusado de vilipêndio (humilhar ou agredir o corpo já sem vida) e ocultação de cadáver (três vezes).

A sessão do júri que se estendeu por cerca de sete horas, foi presidida pelo juiz Marcos Luís Agostini, teve na acusação o promotor Gustavo Burgos de Oliveira, representando o Ministério Público, e o defensor público, Evald Elson Grosse Rodrigues, do município de Bom Jesus, representando o réu.

 

Por Alan Dias / JBV Online

 

Foto: Divulgação

 

 

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.