Solturas Experimentais de Peixes aconteceram nos lagos das Usinas de Itá e Machadinho

Compromisso com a sustentabilidade ainda trouxe prêmio ao projeto "Tecnologias para a Conservação da Ictiofauna no Rio Uruguai"

147

Aconteceu na última quinta-feira, dia 19 de outubro, duas campanhas de solturas experimentais de peixes: a primeira no lago da Usina Hidrelétrica Machadinho – Carlos Ermírio de Moraes, e a segunda, no lago da Usina Hidrelétrica Itá. As solturas fazem parte do Programa de Monitoramento e Manejo da Ictiofauna, Condicionante da Licença de Operação das Usinas e foram devidamente autorizadas pelo IBAMA.

A soltura de peixes no lago da Usina Machadinho aconteceu no período da manhã com acesso pelo Centro de Referência em Desenvolvimento Sustentável (CRDS), em Piratuba e contou com a presença de autoridades locais, bombeiros mirins, alunos da Escola Escola Municipal Professora Amélia Poletto Hepp e comunidade local. Já no lago da Usina Itá, a soltura aconteceu à tarde no Balneário de Marcelino Ramos e contou a presença dos alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Rui Barbosa de Marcelino Ramos e da comunidade.

Nas duas ocasiões foram soltas espécies de grumatão e piava produzidos pelo Laboratório de Biologia e Cultivo de Peixes de Água Doce (LAPAD/UFSC), através de seus Doutores pesquisadores presentes no local. No lago da Usina de Itá, também foi solta a espécie Suruvi. Os juvenis foram produzidos a partir da reprodução de indivíduos da primeira geração de matrizes selvagens capturados no Alto Rio Uruguai.

Todos os peixes soltos receberam uma marcação química que produz uma marca fluorescente, visível sob microscopia, permitindo o acompanhamento dos resultados da ação através da recaptura dos mesmos. Para informar sobre o recaptura de um peixe Suruvi, ligue para o Centro de Divulgação Ambiental – CDA através da linha verde 0800 645 5800.

 

Prêmio Von Martius de Sustentabilidade

Ainda na semana passada o projeto “Tecnologias para a Conservação da Ictiofauna no Rio Uruguai” foi premiado com o 3º lugar no Prêmio Von Martius de Sustentabilidade da Câmara Brasil-Alemanha que aconteceu na cidade de São Paulo – SP. Trata-se do mais renomado prêmio de Sustentabilidade do Brasil. Este projeto tem por objetivo a pesquisa para reintrodução de espécies migradoras ameaçadas de extinção no Alto Rio Uruguai na área de influência da Usinas Hidrelétricas de Itá e Machadinho.

Em 2004 foi a primeira soltura de experimental de alevinos juvenis da espécie Piracanjuba e no dia 19 foi a 15º soltura. Estes estudos e pesquisas relacionadas a Ictiofauna é uma das ações realizadas para contribuir efetivamente com conservação da biodiversidade na região de atuação das Usinas Hidrelétricas Ita e Machadinho.

O projeto foi executado pela FAPEU/LAPAD – UFSC, sendo patrocinado pela ENGIE BRASIL ENERGIA e Consórcio Machadinho com apoio do Consórcio Itá.

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.