Adilson Stankiewicz é oficialmente empossado presidente do Ypiranga

101

I

Na noite de quinta-feira, 07 de novembro, a nova diretoria do Ypiranga foi oficialmente apresentada para a torcida e comunidade em geral. O bom número de pessoas presentes no evento realizado no CTG Galpão Campeiro mostrou que Erechim e região, apóiam e prestigiam a diretoria. O presidente Adilson Stankiewicz, prometeu aos presentes trabalho e dedicação para reconduzir o Canarinho à elite do futebol gaúcho. É verdade que o novo presidente verde-amarelo poderia ter avançado em alguns assuntos, como por exemplo, as finanças do clube, que, diga-se de passagem, não estão nada boas.

II

Poderia ter aberto a situação financeira para que todos soubessem que o clube precisa de apoio externo, mas preferiu poupar o ex-presidente, Luís Felipe De Marchi (Tobata), de um novo desgaste. Entretanto, quando Tobata assumiu o clube externou as finanças do seu antecessor, Osvaldino Fuzinatto, que apesar dos resultados de campo, deixou o clube financeiramente em dificuldades. O futebol assim como a vida são muito dinâmicos, por isso é preciso cautela sobre o que se diz e as atitudes que são tomadas na emoção. A frase que estampou essa coluna na época e proferida por De Marchi foi: “Agora o amadorismo acabou”.

III

Na realidade o que se viu foi à continuidade da gestão amadora que antecedeu sua gestão, mas sem os resultados de campo. Errar faz parte do jogo, cair para a Divisão de Aceso também, agora o que mais me incomodou ao final da gestão Luís Felipe De Marchi, foi o silêncio do presidente. Até mesmo aqueles que estavam chateados e bravos com Tobata, queriam ouvi-lo para que minimamente fizesse um pedido de desculpas ao torcedor que ainda estava machucado com a queda para a Divisão de Acesso.

IV

Confesso que até achei um pouco deselegante o ex-presidente não ter proferido nenhum tipo de discurso no evento. Até o vice-prefeito, Marcos Lando, que esteve representando o prefeito Luiz Francisco Schmidt, falou. Sem contar que a missão de Lando não era nada fácil, afinal, falar do Ypiranga sabendo que sua administração ceifou um repasse mensal de R$ 30 mil, tem que ter “culhão”. Aliás, quem sabe foi isso que faltou para Tobata.    

V

Com relação à nova diretoria, o que mais tem me agradado são as poucas promessas e muitas ações. Até o departamento de marketing canarinho que sempre foi cambaleante, parece estar funcionando de forma mais efetiva. Adilson Stankiewicz sabe que ao final de tudo, o futebol se resume unicamente aos resultados de campo. O torcedor não olha para as finanças do clube, mas sim para os resultados. O ex-presidente Dino Fuzinatto é a maior prova disso.

Divisão de Acesso

O congresso técnico realizado na última sexta-feira, 08 de dezembro, na Sede da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), definiu o regulamento da competição, os grupos e a tabela de jogos da Divisão de Acesso 2018. O Ypiranga está no Grupo B com União Frederiquense, Brasil de Farroupilha, Esportivo, Tupi, Passo Fundo, Glória e Igrejinha. A estreia do Canarinho no Colosso da Lagoa é contra o Esportivo de Bento Gonçalves. Os jogos serão realizados em turno e returno, classificando-se para as quartas de final os quatro melhores times de cada um dos dois grupos. A partir das quartas de final, os jogos serão em forma de mata-mata, onde serão conhecidos os dois integrantes do Campeonato Gaúcho 2019.

Missão difícil

Apesar de ser um dos principais clubes do futebol gaúcho e apontado por muitos como favorito ao acesso, a missão do Canarinho na Divisão de Acesso não será nada fácil. Acredito que o time erechinense estará entre os quatro primeiros colocados do Grupo B, mas a partir dos mata-matas os adversários poderão ser algumas das mais tradicionais forças do futebol gaúcho, como: Santa Cruz, Guarani de Venâncio Aires, Pelotas, Lajeadese, Aimoré, Inter de Santa Maria e o Grêmio Bagé. Não é por acaso que esta competição é denominada de “inferno” pela maioria dos dirigentes dos clubes.

Proposta recebida

Na última semana recebi informações de um colega de Santa Catarina, dizendo que o Criciúma estava interessado na contratação do preparador físico do Ypiranga, Alexandre Andreis. Conforme a fonte informou à coluna, o interesse do clube catarinense era de que Andreis fizesse parte de uma comissão técnica permanente. O treinador do Tigre será Lisca. Em contato com Andreis, o mesmo confirmou que recebeu o convite, mas que não pretende deixar o canarinho neste momento.

Por Fabio Lazzarotto 

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com